Home Torcedoras Irlanda faz gol histórico olímpico na Copa do Mundo Feminina; assista

Irlanda faz gol histórico olímpico na Copa do Mundo Feminina; assista

Katie McCabe, jogadora do Arsenal, fez história com tento no Mundial

Nayla Lima
Apaixonada pelo mundo da comunicação e dos esportes, sou colaboradora do Torcedores por ser o melhor lugar para unir ambas paixões. Universitária, redatora há mais de 5 anos, mãe do Pietro e torcedora nas horas vagas. @nayla_mayara

A Irlanda abriu o placar contra o Canadá após acertar uma linda cobrança de escanteio que se tornaria gol. A jogadora que converteu a cobrança é Katie McCabe, grande destaque do Arsenal na temporada e também da Irlanda. Além de ser o primeiro gol olímpico da Copa do Mundo Feminina 2023, também foi o tento mais rápido da edição até o momento.

PUBLICIDADE

Gol olímpico na Copa do Mundo Feminina  

Aos 4 minutos do primeiro tempo, a Irlanda garantia uma cobrança de escanteio contra o Canadá. A encarregada da cobrança, a meio-campista McCabe acertou a bola para um cruzamento que, com a curva necessária, se converteria no primeiro gol olímpico da Copa do Mundo Feminina 2023.

Este é o segundo gol olímpico da história de Mundiais Feminino. Por outro lado, levando em consideração as estatísticas em eventos masculinos, é o terceiro em Copas do Mundo da história.

PUBLICIDADE

Gols olímpicos nas competições

O primeiro gol olímpico da Copa do Mundo Feminina foi nas oitavas de final da edição de 2019. Naquela ocasião, a australiana Elise Kellond-Knight cobrou um escanteio que entraria no gol contra Noruega, levando ao empate por 1 a 1, o duelo acabaria em prorrogação e pênaltis com classificação para a equipe nórdica.

Por outro lado, na edição masculina o único gol olímpico registrado até o momento foi na Copa de 1962, saindo dos pés do colombiano Marcos Coll no empate por 4 a 4 contra a antiga União Soviética. Posteriormente, nunca mais se repetiria o feito.

A história deste nome é porque foi o primeiro lance de gol na Olimpíada de Paris em 1924, fazendo com que recebesse esse nome. O primeiro registro de um gol olímpico é do argentino Cesáreo Onzani nesta partida. Nas Olimpíadas, Megan Rapinoe, meio-campista dos Estados Unidos, tem dois gols deste tipo, feito raro. O primeiro em Londres 2012 e mais um em Tóquio 2020.

PUBLICIDADE