Home Futebol John Textor fala sobre mudança no Botafogo e destaca caráter de Bruno Lage

John Textor fala sobre mudança no Botafogo e destaca caráter de Bruno Lage

Glorioso viveu crise no começo da semana que resultou em saída do treinador depois de empate com o Goiás

Victor Martins
De Santo André-SP, formado em Jornalismo pela Unversidade Metodista de São Paulo (classe de 2010-13), trabalhando no Torcedores desde janeiro de 2016 (ou algo neste sentido). Iniciado na profissão desde meados de 2006, ao fazer a cobertura da Copa do Mundo da Alemanha para o site Abolanet. cobrindo jogos e os destaques de algumas seleções durante o evento, e posteriormente trabalhando neste até cerca de 2007. Entre os anos de 2008 e 2015, trabalhei para uma agência de notícias que produziu conteúdo para diversas páginas. Destas, principalmente a da Federação Paulista de Futebol, fazendo serviços de placar ao vivo das mais diversas competições (nacionais e internacionais) e serviços de pós-jogo focados nos clubes de São Paulo Desde 2016 venho trabalhando no Torcedores, onde venho desempenhando uma série de funções dentro do site, como setorista de clubes do futebol brasileiro e de outros esportes (MMA), além de trabalhar em várias partes do organograma da página. Atualmente, exerço trabalho na cobertura de futebol nacional e internacional, com a criação de matérias sobre clubes e jogadores, além de produção de guias de TV (onde assistir aos jogos) das partidas dos mais variados torneios no Brasil e no mundo

A saída de Bruno Lage do comando do Botafogo gerou uma série de repercussões em um momento da temporada em que a equipe vem passando por maus resultados que dificultam sua briga pelo título brasileiro.

PUBLICIDADE

Repercussões estas que foram comentadas pelo principal personagem do Glorioso, John Textor. O acionista majoritário da SAF teria, segundo o site FogãoNet, demonstrado ‘não ter gostado’ da decisão de demitir o treinador neste momento da temporada. O dirigente disse ‘detestar’ mudanças deste tipo por conta dos planos que tem para fazer a gestão do clube

Tal visão foi aplicada também quando Luís Castro deixou o time para comandar o Al Nassr. Textor também não se manifestou desejando a saída do antecessor de Bruno Lage, mas no caso deste, a proposta de ir para a Arábia Saudita era considerada ‘irrecusável ‘. Mas na saída de Lage, pesou mais o clima dentro do elenco botafoguense com decisões do treinador, principalmente a de colocar Tiquinho Soares no banco de reservas no empate com o Goiás

PUBLICIDADE

Mesmo contrariado em ter que mudar novamente o comando técnico do Botafogo, o empresário teve que decidir pela demissão para evitar novas crises no time, que vem em uma série de maus resultados e que tem prejudicado a campanha no Brasileirão Série A, em que vê os rivais pelo título se aproximarem.

Mas a demissão de Bruno Lage não deixou qualquer ‘rusga’ entre John Textor e o agora ex-treinador. O empresário relatou que o treinador tenha ‘caráter’ em relação à mudança feita pela cúpula do futebol do Glorioso que resultou em sua saída do clube neste semana e a entrada de Lúcio Flávio como interino até o fim da temporada.