Home Futebol Arnaldo Ribeiro diz que sente “nojo” da seleção brasileira e dispara: “Esgoto”

Arnaldo Ribeiro diz que sente “nojo” da seleção brasileira e dispara: “Esgoto”

Comentarista detonou “ícones” do Brasil envolvidos em crimes e disse que crise não é técnica, mas sim “moral”

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016. Radialista na Paiquerê 91,7.
Daniel Alves e Robinho

Daniel Alves e Robinho foram companheiros de seleção brasileira (Rafael Ribeiro / CBF)

Ex-jogadores da seleção brasileira, Robinho e Daniel Alves estão condenados por estupro na Itália e na Espanha, respectivamente, o que leva a questionamentos sobre atitude de atletas desse nível. O comentarista Arnaldo Ribeiro, em participação no programa UOL News Esporte, disse que isso mostra que a crise na seleção é moral.

PUBLICIDADE

“É curioso que todos esses caras, Robinho, Neymar, Daniel Alves, eram ícones da seleção brasileira de futebol, que vive uma crise técnica, mas é mais que técnica, ela é uma crise moral, uma crise total, a associação da seleção brasileira com outras coisas, é um desastre”, detonou Arnaldo Ribeiro, que disse sentir “nojo” de tudo o que envolve a seleção brasileira.

“E porque não tem jogadores que atuam no Brasil que as pessoas perderam o interesse? Não, é porque isso aí não nos representa, isso é um lixo, isso dá nojo, tudo o que envolve a seleção brasileira hoje dá nojo. A CBF, todos os poderes e os jogadores que defendem a seleção brasileira.”

PUBLICIDADE

Arnaldo Ribeiro disse que Robinho foi “mentor” de Neymar

Segundo o jornalista, o histórico desses atletas mostra o problema da última geração que representou a seleção brasileira. Ele lembrou a relação entre Neymar e Robinho e o fato de Tite ter tratado Daniel Alves como “exemplo” na convocação da seleção brasileira para a Copa do Mundo 2022.

“O Daniel Alves era para o Tite o exemplo a ser seguido, o Neymar é o cara de todos, o Robinho era antes do Neymar, era o tutor do Neymar lá atrás. Esses caras dão nojo, e a seleção brasileira dá nojo”, disparou Arnaldo Ribeiro, que seguiu:

“Essa é uma parte esportiva, futebolística, desse esgoto que a gente está vendo dia após dia. Eu quero distância desses caras, portanto eu quero distância da seleção brasileira de futebol.”