Home Futebol Calleri descarta o SPFC e revela desejo de se aposentar no Boca Juniors

Calleri descarta o SPFC e revela desejo de se aposentar no Boca Juniors

Atacante Tricolor afirma que o Boca Juniors seria o seu time escolhido para encerrar a carreira

Beatriz Ojeda
Ex-atleta, formada em Letras e apaixonada por esportes desde sempre. Colaboradora do Torcedores por ser o melhor lugar para aliar as duas grandes paixões.
Calleri

Foto do Calleri, no clássico do São Paulo contra o Santos no Paulistão desse ano - Rubens Chiri e Paulo Pinto/Saopaulofc.net

Jonathan Calleri fez uma revelação que não caiu muito bem entre os torcedores do São Paulo. O jogador utilizou uma live própria para responder aos questionamentos dos fãs que perguntaram qual seria o time pelo qual gostaria de se aposentar. O jogador argentino apontou que seria o Boca Juniors, equipe do coração.

PUBLICIDADE

Calleri descarta SPFC como time para aposentar

Em live, o argentino não escondeu as suas intenções ao ser questionado por um fã sobre a equipe que gostaria de encerrar a sua carreira e disse: “Não, não vou aposentar no São Paulo. Eu vou aposentar no clube que eu sou torcedor, que é o clube que me revelou. Não tenho nenhuma dúvida”.

Calleri foi formado pelas categorias de base do Boca Juniors, mas representou o xeneize por apenas uma temporada em 2015. No clube, marcou 23 gols em 59 partidas e foi contratado pelo São Paulo para sua primeira passagem. Na sequência, representou o West Ham da Inglaterra, Las Palmas, Alavés, Espanyol e Osasuna na Liga Espanhola.

PUBLICIDADE

Apesar da idolatria dos torcedores, Calleri não acredita que o São Paulo seja o seu destino para pendurar as chuteiras. Na sua primeira passagem no Tricolor Paulista como empréstimo, o jogador disputou 31 partidas com 16 gols. Na segunda passagem, desde 2021, completa 136 jogos com 49 tentos até o momento.

Talvez o gol mais importante na memória dos torcedores do Tricolor seja o tento no Maracanã na primeira partida da Copa do Brasil contra o Flamengo. O resultado contribuiu para a conquista inédita do título. Com contrato até o final de 2026 e com 30 anos, o jogador pode optar por não renovar o seu vínculo posteriormente para cumprir o seu sonho.