Home Extracampo Juca Kfouri escreve carta ao STJ e pede definição do caso Robinho: “Sociedade espera”

Juca Kfouri escreve carta ao STJ e pede definição do caso Robinho: “Sociedade espera”

Jornalista disse que a sociedade não vai compreender um “pedido de vista” por parte dos ministros do Superior Tribunal de Justiça

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016. Radialista na Paiquerê 91,7.
Robinho, Atlético-MG

Robinho passou pelo Atlético-MG (Bruno Cantini / Atlético)

Uma Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) vai julgar um pedido italiano para que Robinho cumpra pena de nove anos de prisão no Brasil. Ele foi condenado no país europeu por um crime cometido em uma boate de Milão em 2013. Em sua coluna do UOL Esporte, Juca Kfouri escreveu uma carta aberta aos ministros do STJ que vão votar o pedido.

PUBLICIDADE

Ele chamou a atenção para o julgamento e para um possível pedido de vista por parte de um dos 15 ministros que fazem parte da Corte Especial.

Segundo Juca Kfouri, a sociedade brasileira não vai entender uma atitude dessa por parte de um dos magistrados.

PUBLICIDADE

“Nesta quarta-feira Vossas Excelências julgarão se o ex-atleta Robinho deve cumprir no país a pena a que foi condenado na Itália, de nove anos de prisão por participar de estupro coletivo de vulnerável. Cogita-se a possibilidade de algum pedido de vistas adiar ainda mais o caso que já vai longe”, lembrou Juca Kfouri, que seguiu:

“Não haverá como a sociedade brasileira entender tal pedido senão como medida procastinatória, tão exaustivamente já debatido e conhecido o crime, cometido em 2013, e julgado pelas três instâncias italianas.”

Segundo Juca Kfouri, a sociedade espera por uma decisão sobre o caso Robinho

Robinho está condenado pela justiça italiana e a ideia do país europeu é que ele cumpra a pena no Brasil. Ele foi condenado em todas as instâncias e não cabe mais recurso, portanto, o STJ vai julgar a legalidade do cumprimento da pena.

Conforme Juca Kfouri, a sociedade espera por uma definição concreta do caso, que tem sido questionado e está sem solução há anos.

PUBLICIDADE

“O sentido desta mensagem é apenas um: deem a resposta que a sociedade espera depois de ser aviltada pelo comportamento de Robinho, livre, leve e solto nas praias de Santos, em churrasco no clube que o Rei Pelé honrou e até em cínica entrevista na TV”, lembrou o jornalista.

“Adiar mais tempo uma decisão servirá para aumentar o sentimento de insegurança jurídica e de impunidade no Brasil.”