Home Futebol Neto aponta clube que “pipoca” para o rival no Brasil: “Impressionante”

Neto aponta clube que “pipoca” para o rival no Brasil: “Impressionante”

Apresentador da Band antecipou desfecho em final que se encontra totalmente indefinida

Bruno Romão
26 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: [email protected]
Craque Neto.

Neto, apresentador da Band (Reprodução)

Abrindo dois gols de vantagem, o Atlético-MG saiu da Arena MRV com um resultado amargo diante do Cruzeiro. Mesmo sofrendo um baque no primeiro tempo, a equipe celeste soube se reorganizar e foi recompensada ao igualar o placar nos 45 minutos finais. Neste cenário, Neto considera que o Galo, nos jogos contra o rival, costuma “pipocar” de maneira frequente.

PUBLICIDADE

Além de constatar uma condição recorrente, Neto disparou contra o campo da Arena MRV. Na visão do ex-jogador, a diretoria do Atlético-MG deveria adotar o gramado sintético para melhorar a qualidade dos jogos no estádio.

“O Cruzeiro não se intimida com o Atlético-MG. É uma coisa impressionante como o Atlético-MG pipoca para o Cruzeiro, ainda mais jogando na sua arena, que é uma arena extremamente bonita, mas com um gramado horrível. É um gramado ridículo para um clube tão grande como o Atlético-MG. Bota grama sintética, vocês vão ficar passando vergonha em um gramado feio desse.”, disparou, em discurso na Rádio Craque Neto.

PUBLICIDADE

Na sequência, Neto cravou que o Cruzeiro será o campeão mineiro em 2024. Em vantagem pela melhor campanha da fase de grupos, a Raposa joga por um empate no confronto de volta para levantar o troféu estadual.

“O Cruzeiro, jogando no Mineirão, vai ser o campeão mineiro, apesar do Hulk, que é um jogador extraordinário. Vocês pipocam pro Cruzeiro.”, bancou.

Neto prevê saída no Atlético-MG

Contratado para o lugar de Felipão, Gabriel Milito vem buscando aplicar seu estilo de jogo no Atlético-MG. Apesar do respaldo para o argentino, Neto acredita que uma demissão vai ocorrer durante o primeiro turno do Brasileirão.

“O Milito não aguenta seis meses. Não aguenta o primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Não aguenta.”, indicou.

PUBLICIDADE