Home Futebol Gerson Canhotinha faz cobrança e aponta clube “único” na Libertadores: “Ninguém tem”

Gerson Canhotinha faz cobrança e aponta clube “único” na Libertadores: “Ninguém tem”

Ex-jogador emitiu alerta sobre pontos desperdiçados após estreia com empate do Flamengo no torneio continental

Bruno Romão
26 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: [email protected]
Gerson Canhotinha de Ouro.

Gerson Canhotinha, em discurso no YouTube (Reprodução)

Encarando a altitude de Bogotá, o Flamengo não conseguiu mostrar um bom futebol diante do Millonarios. Apesar de sair na frente e da vantagem numérica em campo, a equipe de Tite foi vazada antes do apito final, algo que motivou um alerta vindo de Gerson Canhotinha. Na visão do tricampeão do mundo, os desfalques não são desculpa para a atuação abaixo do esperado.

PUBLICIDADE

Por conta do elenco repleto de opções, Gerson sinalizou que o Flamengo possui um plantel único entre os clubes da Libertadores. Neste cenário, o Rubro-Negro tinha a obrigação de, nas condições da partida, sair da Colômbia com os três pontos.

“O primeiro tempo foi uma tragédia para o Flamengo com os caras deitando e rolando em cima do Viña. Não tinha cobertura. Tá feio, cara. Vamos correr atrás porque um elenco desse não dá para fazer esse joguinho que o Flamengo fez. Tá todo desfalcado… mas o Flamengo não tem time, tem um elenco.”, disse o Canhotinha de Ouro, no YouTube.

PUBLICIDADE

“Não pode reclamar que entrou A no lugar de B, C no lugar de D… não pode. Todos eles são tops de linha e que ninguém tem. Essa é a pura verdade, mas passou sufoco”, acrescentou.

Gerson Canhotinha detona tática de Tite em estreia na Libertadores

Colocando Luiz Araújo no banco, o técnico apostou em Bruno Henrique contra o Millonarios no primeiro embate da fase de grupos da competição sul-americana.

Ainda que o camisa 27 tenha buscado ser efetivo, Gerson Canhotinha fez questão de reprovar as constantes trocas de posicionamento com Everton Cebolinha.

“Se jogar o que jogou, vai tomar sufoco dentro de casa. Vamos parar com esse negócio de Cebolinha no lado esquerdo e Bruno Henrique do lado direito, Cebolinha no lado direito e Bruno Henrique do lado esquerdo. Não dá certo! Ou bota um ou bota o outro”, disparou o ex-jogador.

PUBLICIDADE

“O Cebolinha não jogou nada e o Bruno Henrique sumiu. Não fizeram absolutamente nada e são dois grandes atacantes”, apontou.

“O Bruno Henrique, pelo lado esquerdo, foi para a seleção brasileira. O Cebolinha pelo lado direito não vai a lugar algum. O Bruno Henrique, pelo lado direito, não passa nem na porta da CBF. Tá inventando, cara!”, disparou Gerson Canhotinho sobre o plano de Tite para o primeiro jogo do Flamengo na Libertadores 2024.