Home Futebol Ídolo do Corinthians, Rivellino defende camisa 9 criticado no futebol brasileiro: “Goleador”

Ídolo do Corinthians, Rivellino defende camisa 9 criticado no futebol brasileiro: “Goleador”

Ex-jogador apontou centroavante que precisa ser ajudado pelos companheiros em campo

Bruno Romão
26 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: [email protected]
Rivellino.

Rivellino, ídolo do Corinthians (Reprodução)

Lidando com altos e baixos, Yuri Alberto busca uma maior regularidade no Corinthians. Mesmo que o camisa 9 seja alvo de críticas, Rivellino não condena o desempenho. Isso porque o ídolo do Timão enxerga a necessidade do centroavante receber um maior apoio dos demais componentes do setor ofensivo.

PUBLICIDADE

Para que Yuri Alberto seja efetivo, Rivellino reprovou a possibilidade de António Oliveira utilizar o atacante de forma recuada. Neste cenário, a exploração de jogadas em velocidade foi aconselhada.

“O treinador tem que entender o que é bom no Yuri. Ele não é bom em sair para receber (a bola), tem que hora que se atrapalha. Se ele é bom para receber a bola e finalizar tem que aproveitar o melhor dele. Não adianta… hoje está jogando na direita, amanhã no centro, amanhã na ponta esquerda… tem que ver como se sente à vontade porque ele é goleador.”, disse Rivellino ao podcast Alambrado Alvinegro.

PUBLICIDADE

“Quando o Yuri sai da área, ele tem dificuldades. Se ele gosta de receber na corrida, mete para o Yuri definir e fazer gol. tem que aproveitar o melhor do jogador {…] A autoridade dos treinadores me incomoda. Tem que respeitar o jogador.”, completou.

Atual camisa 10 do Corinthians, Rodrigo Garro vem sendo elogiado pela dedicação no meio-campo. Embora tenha valorizado a qualidade do argentino, Rivellino não vê o atleta sendo dono de um futebol diferenciado.

“Ele tem uma perna esquerda boa, mas eu acho muito pouco para o Corinthians. Não adianta ter só o Garro, como vai ajudar ele? Não é um jogador diferenciado.”, afirmou.

Rivellino aponta erros do Corinthians

Destaque do Santos no Paulistão, Gil não teve o contrato renovado pelo Corinthians. Minimizando a idade do zagueiro, Rivellino lamentou a decisão da diretoria, algo que também foi citado no caso de Renato Augusto.

PUBLICIDADE

“Tinha o Gil lá. Para mim, foi um dos melhores do Corinthians no Campeonato Brasileiro. Tinha que sentar e perguntar se ele aguentava (jogar). Ele tinha uma história no Corinthians e poderia estar lá. O Renato Augusto também, mas tinha que saber aproveitar. Não é só ele que tinha que resolver, tinha que ter jogadores do lado dele para ajudar.”, indicou.