Home Futebol PVC revela “risco” para transmissões do Brasileirão até 2029

PVC revela “risco” para transmissões do Brasileirão até 2029

Times da Libra assinaram com a Globo, mas pay-per-view é uma incógnita; Liga Forte Futebol também negocia com a emissora

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016. Radialista na Paiquerê 91,7.
Richard Ríos, Maurício

Richard Ríos e Maurício em Palmeiras x Internacional (César Greco/Palmeiras)

As transmissões do Brasileirão Série A para os próximos cinco anos, de 2025 a 2029, se tornaram uma incógnita por diversos fatores, especialmente pelas negociações separadas entre os clubes da Libra e da Liga Forte União. Segundo Paulo Vinícius Coelho, o PVC, em sua coluna do UOL Esporte, a separação representa “risco”, especialmente para as transmissões no pay-per-view, que no Grupo Globo vão para o Premiere.

PUBLICIDADE

“Desde 2006, quando a Primeira Divisão passou a ser disputada por vinte clubes, o máximo de clubes filiados à Libra na elite foi de oito e o mínimo de cinco. Isto sem contar a presença do Corinthians, que ainda não assinou o contrato da Libra com as plataformas Globo. A repetição deste cenário, a partir do ano que vem, representa risco para a manutenção da plataforma do “pagar-para-ver” e menos dinheiro a ser distribuído pelo novo contrato de TV”, destacou PVC sobre os valores e sobre as transmissões na emissora carioca.

Com oito clubes e com a Lei do Mandante, não haveria mais cinco jogos exclusivos por rodada, mas sim meia partida por rodada. Com isso, o pay-per-view deixaria de ter a relevância atual nas transmissões de futebol, já que várias outras emissoras podem se dividir.

PUBLICIDADE

“Digamos: Fluminense x Flamengo, Cruzeiro x Atlético, Internacional x Grêmio, Botafogo x Palmerias, Vasco x São Paulo e Fortaleza x Bahia. Neste caso, só quatro jogos teriam TV com contratos assinados pela Libra, dois em TV aberta para praças diferentes do Brasil, duas para TV fechada. E o pay-per-view”, destacou PVC.

PVC destacou o que pode mudar e banir o “risco”

Ainda segundo PVC, o pay-per-view só voltaria a ser importante em caso de assinatura da Liga Forte com a Globo.

“O cenário pode mudar se a Liga Forte União assinar com a Globo. Mas pode ser necessário desconsiderar o dinheiro do pay-per-view, no caso de haver oito clubes da Libra na Série A.”