Home Futebol Bebeto surpreende e aponta dois ídolos no futebol brasileiro

Bebeto surpreende e aponta dois ídolos no futebol brasileiro

Ex-jogador deu declaração durante entrevista com o ex-companheiro do tetracampeonato, o zagueiro Ricardo Rocha

Cido Vieira
Cido Vieira é um jornalista graduado no Centro Universitário Uninter que trabalha como redator no Torcedores.com desde 2017, com cobertura focada em futebol brasileiro e mídia esportiva. Acumula dentro de sua trajetória na profissão experiência na área radiofônica, sendo setorista de clubes pernambucanos, cobrindo Brasileirão e Copa do Nordeste.
Bebeto, ex-jogador

Bebeto no comando de entrevista em podcast (Reprodução - YouTube)

Nome exponencial na história do futebol nacional, Bebeto ficou eternizado pelo desempenho apresentado com a seleção brasileira na Copa de 1994. E foi justamente ao lado de um dos companheiros de time na conquista emblemática nos EUA, que o ex-atacante revelou suas duas grandes inspirações na carreira: Roberto Dinamite e Zico.

PUBLICIDADE

Tendo atuado por Vasco e Flamengo, Bebeto revelou em entrevista com Ricardo Rocha nesta terça-feira (28), que os ídolos das torcidas cruz-maltina e rubro-negra, também eram referência para ele mirar uma carreira de sucesso.

“Ricardo, outra coisa, em quem você se espelhou como zagueiro? Meus ídolos são Roberto (Dinamite), Zico”, admitiu e indagou o ex-jogador.

PUBLICIDADE

Na resposta, Rocha também exaltou a dupla, colocando Zico como o mais completo depois de Pelé, e ainda exaltou dois nomes da zaga: Luis Pereira, ex-Palmeiras, e o icônico Franz Beckenbauer.

Bebeto exalta Romário em série

Na última semana, a plataforma Max divulgou os dois primeiros episódios do documentário sobre Romário. Um dos participantes a dar depoimento, Bebeto fez questão de exaltar o Baixinho, revelando que desde o início da trajetória do atacante no futebol, já se percebia que ele era diferenciado para arrematar as jogadas.

“A gente já sabia que ele era diferente, ele ai com tudo ali. A gente já sabia que ia ser um grande goleador”, disse o ex-jogador na oportunidade.

Apesar dos problemas que Bebeto e Romário tiveram recentemente por conta de política, o que gerou troca de farpas em entrevistas, a dupla símbolo do tetracampeonato parece ter selado definitivamente a paz nos bastidores. No mês passado, por exemplo, o Baixinho fez um agradecimento público ao ex-companheiro de seleção, pela mensagem recebida após o falecimento de sua mãe, o que evidenciou um sinal de que as arestas foram aparadas entre eles.

PUBLICIDADE
18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial