Home Futebol Casares abre o jogo sobre chegada de titular da seleção brasileira em Copa do Mundo ao SPFC 

Casares abre o jogo sobre chegada de titular da seleção brasileira em Copa do Mundo ao SPFC 

Presidente do Tricolor paulista comentou a possível contratação da equipe para a sequência da temporada 2024

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016. Radialista na Paiquerê 91,7.
Casares, São Paulo

Julio Casares em entrevista coletiva no SPFC (Divulgação / saopaulofc.net)

O presidente do São Paulo, Julio Casares, disse em trecho divulgado pelo UOL Esporte que não há negociação entre o clube e o lateral Alex Sandro, jogador da Juventus e lateral-esquerdo titular da seleção brasileira na Copa do Mundo de 2022, no Catar.

PUBLICIDADE

“A rede social coloca, assim como colocaram do Alex Sandro e eu fico olhando isso e falo: Não tem nada. É um grande jogador, quem não gostaria de tê-lo, mas nós não temos”, deixou claro o mandatário do SPFC, que admitiu prioridade na renovação de contrato do jovem Patryck, titular com Luis Zubeldía.

“Quem está jogando é o Patryck e nós vamos renovar. Esperamos renovar com o Welington. E quem sabe um dia vamos ter condições financeiras para poder falar: ‘Alex Sandro, venha’. Mas nós não podemos dar um salto tão maior do que as nossas condições”, disse Casares.

PUBLICIDADE

Casares, porém, admitiu dificuldade em renovar com Wellington

Julio Casares explicou que as negociações com Wellington não tem avançado e que espera o “bom senso” do lateral-esquerdo nas conversas pela renovação contratual.

“Sobre o Welington, o São Paulo já fez inúmeras propostas, continua conversando. Acreditamos no bom senso do atleta, clube que formou o atleta e está valorizando ele ao extremo. Acreditamos no profissional e nos seus empresários. O técnico está conversando com o atleta e mostrando a importância dele no elenco. Estamos confiantes, mas dentro da nossa limitação orçamentária”, deixou claro o presidente do São Paulo.

“Mas garanto que a valorização dele no São Paulo é muito grande. Tenho certeza de que quando tiver uma oportunidade de venda, se for boa para o atleta e boa para o São Paulo, não vamos dificultar a saída dele. Todo atleta sonha em ir para a Europa, fazer sua condição financeira. Com ele não será diferente. No momento, estamos valorizando para renovar o contrato e é uma negociação permanente.”