Home Futebol Sheik aponta camisa 10 do Brasileirão menos ousado em campo: “Chutava muito”

Sheik aponta camisa 10 do Brasileirão menos ousado em campo: “Chutava muito”

Comentarista sinalizou mudança de postura que está diminuindo aproveitamento nos jogos

Bruno Romão
26 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: [email protected]
Emerson Sheik.

Ídolo do Flamengo, Gabigol perdeu o status de titular no Flamengo. De volta aos gramados após o efeito suspensivo da punição de dois anos fora do futebol, o camisa 10 ainda não conseguiu brilhar em campo. Neste cenário, Emerson Sheik considera que o atacante está perdendo uma das principais características.

PUBLICIDADE

Na visão do ex-jogador, Gabigol está sendo mais tímido em campo. Isso porque os arremates constantes, que aumentavam o aproveitamento de bolas na rede pelo Flamengo, se encontram cada vez menores.

“O Gabriel perdeu um estilo que eu admirava muito em um atacante. Eu aprendi isso muitos anos atrás com o Pita, meia. Atacante: abriu, chuta. O Gabriel chutava muito e parou de fazer isso.”, disse Sheik, no Arena SBT.

PUBLICIDADE

Na sequência, Cleber Machado apontou que Gabigol não tinha medo de arriscar chutes para o gol. Seguindo com o debate, Mauro Beting acredita em uma redução na confiança do atleta que virou reserva de Pedro no Flamengo.

“Ele batia muito pro gol. O Gabriel teve alguns jogos que perdeu muitos gols… mesmo quando perdia muitos gols, era porque arriscava demais. Tinha cinco, seis chances, perdia quatro e fazia um.”, afirmou Cleber Machado.

“Perdeu a confiança também.”, completou Mauro Beting.

Gabigol no Corinthians?

Apesar da má fase de Gabigol, Mano enxerga que o atacante é superior aos nomes à disposição no Corinthians. Sem renovar com o Flamengo até o momento, a situação do jogador está indefinida, mas o Timão, depois de um forte interesse, não manifestou nenhuma investida visando 2025.

PUBLICIDADE

“O Gabigol, com tendinite, perna machucada e câimbra, é melhor do que qualquer atacante que o Corinthians tem. Joga só com a direita. Com muleta, é melhor que Yuri Alberto, Pedro Raul e Romero.”, bancou.