Home Futebol Craque Neto admite duas injustiças com jogadores da seleção brasileira: “Errei”

Craque Neto admite duas injustiças com jogadores da seleção brasileira: “Errei”

Apresentador da Band mencionou equívocos ao projetar futuro promissor de Estêvão

Bruno Romão
Bruno Romão atua, como redator do Torcedores.com, na cobertura esportiva desde 2016. Com enfoque em futebol brasileiro, futebol internacional e mídia esportiva, acumula experiência em eventos como Copa do Mundo e Olimpíadas. Possui diploma de bacharelado em Jornalismo pela Universidade Estadual da Paraíba.
Craque Neto.

Neto, apresentador da Band (Reprodução)

Sem medo de expressar opiniões, Craque Neto não está isento de erros. Por conta disso, ao sinalizar que Estêvão, promessa do Palmeiras, será um dos melhores do mundo, o ex-jogador fez questão de lembrar avaliações equivocadas, em diferentes épocas, envolvendo Vinícius Júnior e Rivaldo.

PUBLICIDADE

Enquanto detonou o atacante do Real Madrid, afirmando que o atleta “não sabia chutar uma bola”, o ídolo do Corinthians, antes do Mundial, defendeu a ausência do camisa 10 na Copa de 2002.

“Eu não venderia o Estêvão. Esse moleque vai ser um dos melhores jogadores do mundo! Eu posso errar, como errei com o Rivaldo e com o Vinícius Júnior. Mas acertei bastante também. Não tem problema. O que se mostra é o que você erra. Não se mostra o que você fala de bom.”, disse Neto, no programa Os Donos da Bola.

PUBLICIDADE

Na sequência, Neto comparou o estilo de Estêvão ao futebol de Djalminha e Alex. Por conta da escassez de atacantes com as mesmas características, o apresentador enfatizou o ponto de vista atrelado ao jovem do Palmeiras.

“O Estêvão é um jogador excepcional. Meia esquerda, dos últimos anos, para mim é o Djalminha e o Alex. Não sei se tem outro da característica do Estêvão. Para mim, o Djalminha foi melhor que o Alex, só que o Alex foi mais jogador.”, concluiu.

Craque Neto faz previsão ousada sobre Endrick

Ainda mais empolgado com Endrick, Neto foi convicto ao cravar o destino do camisa 9. Segundo o ex-jogador, o atacante da seleção será o sucessor de Mbappé entre os artilheiros da Copa do Mundo.

“Esse moleque é um fenômeno. Vai ser o maior artilheiro de todas as Copas. Podem ter certeza. Ele vai passar o Mbappé nas próximas três Copas do Mundo. O Mbappé, nessa Copa dos Estados Unidos, Canadá e México, vai ser o maior artilheiro das Copas, vai passar o Klose.”

PUBLICIDADE

“Esse menino, nas Copas de 2026, 2030 e 2034, vai ter mais de 20 gols em Copas do Mundo. Ele vai ser um dos artilheiros da Copa do Mundo e vai ser titular na seleção brasileira. Não vai ser o Raphinha.”, opinou.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial