Home DESTAQUE Com direito a “lei do ex”, Vasco vence o Corinthians no Brasileirão

Com direito a “lei do ex”, Vasco vence o Corinthians no Brasileirão

Cruzmaltino apresentou maior desenvoltura em seu campo de ataque; Gigante da Colina respira no Campeonato Brasileiro

Bruno Bravo Duarte
Bruno Bravo Duarte é um jornalista que atua como editor, redator e repórter há mais de dez anos. Formado em Comunicação Social com habilitação em jornalismo pela Universidade Estácio de Sá em 2004, teve passagens por EQI Investimentos, Naspistas.com, Jornal Povo, Jornal do Rock e Niterói TV. Atualmente no Torcedores.com
Vasco x Corinthians

Pitton marcou o primeiro tento do Vasco (Wagner Meier/Getty Images)

O Vasco venceu o Corinthians por 2 a 0 nesta quarta-feira (10), em partida válida pelo Brasileirão Série A, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro. Os gols do Cruzmaltino foram marcados por Lucas Pitton, que fez valer a “lei do ex” diante do caldeirão. e Sforza.

PUBLICIDADE

Com o resultado, o Cruzmaltino quebrou um jejum de 14 anos sem triunfos diante do Timão. Neste momento, o Vasco é o décimo na tabela, como total de 20 pontos. Já o Timão segue no Z-4, com 12 pontos ganhos.

Vasco x Corinthians

As duas equipes apresentaram um primeiro tempo equilibrado, com boas oportunidades de gols. O primeiro lance de perigo saiu dos pés de Matheus Bidu, do Corinthians, que finalizou rente ao travessão vascaíno.

PUBLICIDADE

O lance trouxe um novo ânimo para o Corinthians que busca a sua recuperação na tabela do campeonato. Com foco ofensivo, o Timão também ameaçou com Igor Coronado em uma cobrança de falta. O ex-Al Ittihad não conseguiu superar o goleiro Léo Jardim.

O Vasco garantiu uma maior presença no ataque durante os 45 minutos finais. Logo no início da etapa, Vegetti recebeu um lançamento, dominou e finalizou no travessão do goleiro Donelli. Na sequência, o Vasco inaugurou o marcador com Lucas Pitton, que finalizou no canto da meta corintiana.

A postura mais ofensiva do Gigante da Colina garantiu ao Vasco o seu último tento nos acréscimos, em uma cobrança de falta de Sforza. Placar final, 2 a 0.

PUBLICIDADE

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial