Home Futebol Zinho aponta técnico digno de aplausos no Brasileirão: “Estava esquecido”

Zinho aponta técnico digno de aplausos no Brasileirão: “Estava esquecido”

Comentarista acredita que cenário do futebol nacional não favorece trabalho dos jovens treinadores

Bruno Romão
Bruno Romão atua, como redator do Torcedores.com, na cobertura esportiva desde 2016. Com enfoque em futebol brasileiro, futebol internacional e mídia esportiva, acumula experiência em eventos como Copa do Mundo e Olimpíadas. Possui diploma de bacharelado em Jornalismo pela Universidade Estadual da Paraíba.
Zinho.

Zinho, ex-jogador e comentarista (Reprodução)

Zinho não vê com bons olhos os clubes que priorizam técnicos estrangeiros da nova geração, mas esquecem dos profissionais brasileiros. Reagindo ao anúncio de Martín Varini no Athletico, o tetracampeão do mundo aproveitou para mencionar que Roger Machado faz um trabalho digno de aplausos no Juventude, mas estava esquecido em um passado recente.

PUBLICIDADE

“Tem que respeitar, mas é o modelo do mercado brasileiro que se dá oportunidade para treinadores jovens vindos de fora. Para o jovem do Brasil não há essa abertura. Quando dá, são três ou quatro jogos. Olha o Carpini no São Paulo.”, disse Zinho, no ESPN FC.

“O Roger Machado não faz um trabalho maravilhoso no Juventude? Estava meio esquecido. É da safra nova de treinadores brasileiros. Por que estava esquecido se o cara é competente e bom treinador? Não há paciência de dar uma sequência para os jovens treinadores brasileiros.”, acrescentou.

PUBLICIDADE

Na sequência, Zinho garantiu que não quis veicular nenhum tipo de discurso xenofóbico. Levando em conta que os técnicos da nova geração também são promissores, a escolha do Athletico não foi compreendida.

“Não estou com xenofobia e com nada disso. Desejo sucesso e que possa fazer um trabalho maravilhoso no Athletico. Mas eu não conheço. 32 anos, é muito jovem e não tem experiência no futebol. Qual o critério? Por que é melhor que os jovens treinadores brasileiros? Eles se formam também.”, afirmou.

Zinho recorda técnico “injustiçado” no futebol brasileiro

Projetando o futuro de Filipe Luís na função, Zinho lembrou que Alex, após passagem pelo Avaí, não ganhou outras oportunidades. Sem receber nenhuma proposta do futebol brasileiro, a sequência da carreira como técnico vai ocorrer no Antalyaspor, da Turquia.

“Encontrei com um jovem treinador, que vai estar no mercado daqui a pouco. O Filipe Luís, que está no sub-20 do Flamengo. Daqui a pouco vai assumir… ele está começando. Se não tiver um resultado imediato no profissional, vai ser mais um.”

PUBLICIDADE

“O Alex começou na base do São Paulo, assumiu o Avaí, não fez uma campanha boa e não teve mais oportunidades. Foi para a Turquia. Eu acho ele inteligentíssimo, estudioso, fez todos os cursos e não tinha mercado para ele.”, sinalizou.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial