Torcedores – Notícias Esportivas

Fórmula E: Da Costa chateado com Vergne sobre incidente em Santiago

Após ter terminado em segundo, Antonio Félix da Costa não escondeu a frustração por não ter vencido e espera poder falar com Vergne após o incidente entre eles em Santiago

Rodrigo Nascimento
Colaborador do Torcedores.com, amante dos esportes americanos e do automobilismo.

Crédito: Foto: DS Techeetah

Antonio Felix da Costa ficou chateado com Jean-Eric Vergne, seu companheiro de equipe no DS Techeetah, por um incidente durante o E-Prix em Santiago, Chile.

Automobilismo de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Os dois pilotos avançaram no pelotão depois de iniciarem em 10° e 12°, e logo alcançaram posições no pódio e aspiram a disputar a vitória. Contudo, Vergne começou a ter problemas com um atrito entre o pneu dianteiro esquerdo e a asa dianteira, o que o fez ir mais devagar, dando lugar a Da Costa, que estava logo atrás.

“Perdi muito tempo atrás de Vergne e o carro sofreu muitos danos. Perguntei à equipe, mas não me deixaram ir. Vamos conversar internamente”, disse Da Costa.

Quando Vergne subiu aos boxes, Da Costa teve a pista livre e alcançou a liderança, mas foi ultrapassado por Max Gunther, da BMW Andretti, na última volta por ter de levantar a marcha devido a problemas de temperatura em sua bateria, permanecendo finalmente segundo.

“Fizemos os cálculos errados por meio grau. Eu tive que deixar para lá ”, disse o português. “É claro que dói quando você está lá e vê a linha de chegada, mas é melhor do que nada, porque o carro parava devido à temperatura”.

Da Costa terá sua revanche no dia 15 de fevereiro, quando a Fórmula E se apresentar no Autódromo Hermanos Rodríguez, na Cidade do México.

LEIA MAIS:
Günther bate Da Costa no fim e vence corrida insana da Fórmula E em Santiago
Fórmula E: Confira a classificação atualizada após o ePrix de Santiago 2020