Fórmula E: Lucas Di Grassi analisa as mudanças no circuito de Santiago

Lucas Di Grassi, piloto da Audi na Fórmula E, mencionou em detalhes as muitas modificações que a pista de Santiago tem para este ano no O’Higgins Park

Rodrigo Nascimento
Colaborador do Torcedores.com, amante dos esportes americanos e do automobilismo.

Crédito: Lucas Di Grassi (BRA), Audi Sport ABT Schaeffler, Audi e-tron FE05

A Fórmula E já está instalada em Santiago do Chile para disputar a terceira corrida de sua temporada 2019/20 no circuito localizado no O’Higgins Park, que apresenta mudanças importantes em relação à última edição da competição.

Automobilismo de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

O brasileiro Di Grassi, um dos pilotos mais experientes da série de carros elétricos, analisou em detalhes as mudanças, que ele vê com bons olhos identificando “quatro pontos claros de ultrapassagem” e destacando “a reta mais longa da temporada”, onde ele espera velocidades superiores a 230 km / h após a remoção de uma chicana no desenho do layout.

Confira no vídeo abaixo a explicação de Lucas di Grassi sobre as mudanças no circuito de rua de Santiago:

Os pilotos de Fórmula E fizeram um breve reconhecimento de suas máquinas e da pista na tarde desta sexta-feira (17), antes de realizar no sábado toda a atividade do ePrix de Santiago, a partir das 8:00 da manhã com o primeiro treino livre. Então, às 12:00, será realizada a classificação e às 16:0 está programada a largada.

A Fox Sports 2 transmite com exclusividade aqui no Brasil, a sexta temporada da Fórmula E.

LEIA MAIS:
Fórmula E: Felipe Massa confiante para a “corrida de casa”
Fórmula E justifica manutenção de corrida no Chile: “Tivemos garantias de segurança”