Torcedores – Notícias Esportivas

Hyoran reclama da falta de chances no Palmeiras e projeta retomada no Atlético

Hyoran é um dos quatro reforços já confirmados pelo Atlético em 2020

Eder Bahúte
Jornalista e assessor de imprensa.

Foto: Hyoran - Atlético

Na tarde desta quarta-feira (15), o Atlético-MG apresentou o meia Hyoran, emprestado pelo Palmeiras até o término da temporada. O jogador de 26 anos já teve seu nome publicado no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF e está apto para estrear com a camisa alvinegra.

Cartão de crédito sem anuidade? Abra sua conta Meu BMG agora!

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Antes de chegar ao Atlético, Hyoran era tido nos anos anteriores como uma das grandes promessas do futebol brasileiro. Pela Chapecoense, fez partidas que chamaram a atenção do Palmeiras, que não pensou duas vezes em investir no seu potencial.

No Verdão, porém, a carreira não decolou como se imaginava. Ele alega que poderia ter tido uma sequência maior no Palmeiras.

Você pode ganhar uma camisa comemorativa exclusiva! Abra a sua conta meu BMG Galo!

“Acho que na minha última temporada, nas oportunidades que tive de jogar fui bem. Devido as escolhas não tive tantas chances. Acredito que aqui no Galo as coisas serão diferentes. Estou pronto para demonstrar meu potencial dentro e fora de campo. Criar um grande grupo e família. Times ganham jogos e nós queremos conquistar campeonatos. Este sentimento já vem sendo criado aqui com o Rui (Costa – diretor de futebol) e eu venho para agregar”, declarou Hyoran.

“Se você analisar os jogos que fiz na Chapecoense e Palmeiras, dificilmente vai apontar que fui abaixo da média. Por escolhas não tive sequência. Espero fazer um ano diferente dos anteriores”, completou.

Em sua nova casa, Hyoran projeta um 2020 vitorioso para o clube e explica em quais setores do campo pode contribuir.

“Eu escolhi estar aqui no Galo. Foi no momento certo da minha carreira. Fiquei muito feliz e ansioso até o acerto. Quando cheguei aqui, estou com o coração em paz para trabalhar e fazer grande temporada. Onde o Dudamel me colocar, estou disposto a ajudar. Tive conversa com ele, me perguntou onde eu gostava de jogar. Ele viu vídeos meus jogando pelos lados. Disse que jogava por dentro também. Ele fará a escolha”, concluiu.

 

LEIA MAIS: