Treinador brasileiro sai “oficialmente”, mas pode voltar em breve ao mesmo time; entenda

Último acordo venceu; forma combinada entre as partes chama a atenção

Alan Prodelik
Colaborador do Torcedores

 

O Tigres do México e o brasileiro Ricardo Ferreti, o Tuca, vivem um relacionamento curioso no  banco de reservas. Tudo por conta do modelo de contrato: renovado semanalmente conforme o desempenho, e o treinador pode sair sem pagar nenhuma multa. 

Quer
ver com exclusividade o Campeonato Mexicano de graça por 1 mês? Conheça DAZN Brasil!

 

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?

“Os contratos de Tuca [Ferreti] são por semana. Contanto que vejamos que a equipe dele sai com o mesmo desejo de entrega a cada semana, eles permanecerão na instituição. Fizemos a diferença no futebol mexicano com essa continuidade”, explica o presidente Miguel Ángel Garzo. 

 

O técnico brasileiro de  65 anos foi revelado pelo Botafogo,  nos anos 70, se naturalizou mexicano. Já treinou Pumas, Chivas, Toluca, Monarcas, o próprio Tiges em duas oportunidades anteriores  e a seleção principal, de forma interina.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Garzo disse também que suas atenções estão voltadas para conquistar um título internacional nesta ano e prega paciência em renovar  com Tuca. [A continuidade] do técnico é uma decisão que tem que ser tomada com  tempo. Não tem que ser atropelada”, falou ele à imprensa mexicana.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

 

A  possibilidade de voltar ao Mundial de Clubes está na Concachampions, versão local da Libertadores. A  competição que o Tigres nunca ganhou, mesmo participando de três finais desde 2016. É o atual vice-campeão, perdendo para o conterrâneo Monterrey. 

Leia mais

Atacante paraguaio que disputa a Copinha pelo São Paulo é destaque em jornal espanhol

Arda Turan abre as portas ao futebol brasileiro e assina autorização para empresários procurar por clubes