Trezeguet, Adu e mais: 10 negociações aleatórias do futebol

Sven-Goran Erikson, ex-seleção inglesa, negocia para assumir a base do Botafogo-PB

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Victor Decolongon/Getty Images

Um dos treinadores mais experientes do futebol europeu e ex-seleção inglesa, Sven-Goran Erikson recebeu um convite para assumir as divisões de base do Botafogo-PB. A notícia chamou a atenção do futebol mundial e motivou uma lista com uma série de negociações aleatórias. Veja abaixo:

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

David Trezeguet
O atacante francês, ídolo da Juventus, foi um dos principais jogadores do futebol europeu entre o fim da década de 90 e o início dos anos 2000. Mas em 2011, surpreendeu o mundo do futebol ao assinar com um River Plate em crise, na segunda divisão. Vale lembrar que o jogador passou toda a infância na Argentina.

Mariusz Piekarski
O Athletico Paranaense surpreendeu o mercado ao iniciar uma negociação com o polonês Mariusz Piekarski, então aos 21 anos, para reforçar a equipe em 1996. O negócio deu certo, Piekarski ficou dois anos no Furacão e foi parar no Flamengo.

Acompanhe as notícias do seu time do coração pelo Facebook

Alexander Baumjohann
Ex-Bayern de Munique, Schalke 04 e Hertha Berlin, Alexander Baumjohann surpreendeu o futebol alemão ao iniciar uma negociação com o Coritiba, em 2017. Aos 30 anos, o meio-campista assinou com o clube paranaense após meses, mas não engatou sequência. Meses depois estava no Vitória.

Bruno Pereirinha
O meio-campista português era uma promessa na Europa e tinha passagens por Sporting e Lazio quando assinou com o Athletico Paranaense, em 2015, e animou a torcida. O jogador decepcionou e fez apenas 15 jogos.

Freddy Adu
Chamado de “novo Pelé” nos Estados Unidos, o atacante Adu decepcionou na carreira, mas teve sua última chance em um grande clube justamente no Brasil. Em 2013, o Bahia fechou com o jogador após polêmica troca com o Philadelphia Union pelo meia Kleberson, pentacampeão do mundo.

Didier Drogba
A primeira negociação que “melou” na lista foi a mais esperada pelos torcedores, mas deu errado. Drogba e Corinthians namoraram, noivaram, quase casaram em 2017, mas o marfinense desistiu de jogar no Brasil e foi para os Estados Unidos.

Andrea Pirlo
Poucos lembram da história, mas o jornalista americano Orlando Sentinel publicou em 2015 uma negociação entre ninguém menos Andrea Pirlo e o Palmeiras. Diferentemente de Drogba, que ganhou nota oficial, Pirlo simplesmente não caminhou com as conversas.

Bastian Schweinsteiger
O alemão foi um dos pedidos de Dorival Júnior ao Santos em 2017, quando estava de saída do Manchester United. O clube tentou abrir conversas, mas se assustou com os valores pedidos pelo jogador.

Christian Vieri
Atacante italiano que disputou Copa do Mundo, Vieri negociou para jogar no interior de São Paulo no início da década, chegou a se apresentar no Botafogo-SP, mas desistiu e voltou para a Itália, frustrando o clube de Ribeirão Preto.

Edgard Davids
Quem se lembra do meio-campista Davids, que passou por Juventus e Barcelona e ficou conhecido por jogar vestindo óculos escuros? O jogador quase encerrou a carreira no Náutico, em 2009, mas o negócio não foi fechado por pouco.

Leia mais:
Dedé usará período de licença para procurar novo clube e não deve mais jogar pelo Cruzeiro