Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Barcelona liberou mais da metade dos jogadores que contratou na era Bartomeu

Foram 14 dos 24 contratados desde 2014 quando houve a mudança na presidência

Ivan Garcia
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/ Mundo ESPN

O Barcelona não vive um de seus melhores momentos quando se trata da sua gestão. Desde 2014, o clube contratou 24 novos atletas para encorporar ainda mais o seu elenco, mas não deu certo. 14 desses reforços já foram embora, sendo muito deles sem nem ter uma chance real. A lista ainda conta com três brasileiros: Paulinho, Philippe Coutinho e Malcom.

Se inscreva no canal do Torcedores no Youtube, clique aqui!

Siga o Torcedores no Instagram, clique aqui!

Os brasileiros foram contratados por um valor considerável, no entanto, não fizeram muito sucesso. Paulinho foi contratado do Guangzhou Evergrande, e vendido para China, em menos de um ano. O ponta Malcom, acertou sua ida ao Zenit, da Russia, enquanto Coutinho foi emprestado para o Bayern de Munique.

A lista ainda segue com muitos craques, que seriam facilmente titularem em outros grandes times. O goleiro Cillesen, os laterais Aleix Vidal e Digne, os zagueiros Murillo, Mina, que veio do Palmeiras no qual fazia uma excelente temporada, e Todibo, os meio-campistas Arda Turan, André Gomes, Denis Suarez e Kevin Prince Boateng e também o atacante Paco Alcacer.

Todos esses jogadores foram liberados. De acordo com o jornal espanhol El Periódico o planejamento é caótico, porque muitos jogadores não tiveram sua chance, e acabaram passando despercebidos no clube catalão.

Contudo, ainda sobraram 10 jogadores que foram contratados nos últimos cinco anos permanecem no elenco. Dentre os principais nomes, ainda restam: Umtiti, Lenglet, Griezmann, brasileiro Arthur, De Jong. O chileno Arturo Vidal, ainda faz parte do elenco, mas deve ser negociado na próxima janela.

LEIA MAIS

Técnico do Barcelona quer focar na contratação de Neymar e cita inteligência de Messi

Elenco curto do Barcelona vira motivo de preocupação para o restante da temporada