Cagliari bane para sempre do estádio três torcedores por conta de racismo

Cagliari emitiu comunicado informando a decisão após casos de racismo aumentarem nos jogos da Serie A durante a atual temporada.

Rodrigo de Azevedo
Paulistano. Formado em Comunicação Social- Jornalismo pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Atualmente mora em Salvador.

Crédito: Reprodução/Site oficial do Cagliari Calcio

O Cagliari Calcio baniu para sempre de seu estádio, a Sardegna Arena, três torcedores que cometeram atos racistas durante a atual temporada do Campeonato Italiano.

A punição foi destinada aos suspeitos identificados pelo sistema de monitoramento interno do clube.

Quer ver a Serie A de graça por 1 mês? Conheça DAZN Brasil!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Leia o comunicado:

Histórico recente

Os casos de insultos racistas dentro dos estádios cresceram na atual temporada da Serie A. Balotelli, atacante do Brescia, já sofreu racismo em ao menos duas partidas desde que chegou ao clube, em agosto de 2019.

O Atalanta chegou a ser punido em 10 mil euros devido a cantos racistas por parte da torcida. O lateral brasileiro Dalbert, da Fiorentina, foi alvo dos insultos durante uma partida do Campeonato Italiano, realizada em 22 de setembro de 2019.

Nesta semana, a Roma também puniu por três anos um torcedor que praticou racismo durante os jogos da equipe.

LEIA MAIS:
Manchester United pensa em colocar Pogba em troca de jogadores com a Juventus
Benfica afasta zagueiro brasileiro com paralisia rara