De Romário a Jorge Jesus: relembre 10 frases dos falastrões que marcaram época no futebol brasileiro

Jorge Jesus vem sofrendo críticas da imprensa brasileira

Wilson Pimentel
Colaborador do Torcedores

Crédito: Alexandre Vidal /Flamengo

O técnico Jorge Jesus tem a carreira marcada por muitas polêmicas. Vaidoso para uns e sincero para outros. Por outro lado, a verdade é que o português tem disparado frases fortes e de efeito. Sem meias palavras, o treinador antes de mais nada fala o que pensa, sem papas na língua. Aqui no Brasil, o Mister vem colecionando desafetos ao mesmo tempo que conquista resultados expressivos à frente do time do Flamengo.

Cartão de crédito sem anuidade? Abra sua conta Meu BMG agora!

Nesse ínterim, Alberto Valentim, Mano Menezes, Renato Portaluppi e Vanderlei Luxemburgo bateram boca com o treinador através da imprensa. Além disso, Jorge Jesus se tornou alvo de alguns comentaristas esportivos. Dessa forma, os ex-jogadores Denilson (Bandeirantes), Edmundo (Fox Sports) e Neto (Bandeirantes), que são comentaristas de tv, também já alfinetaram o jeito ríspido do treinador.

Apesar de ser reconhecido pelo excelente trabalho que conduziu o Flamengo aos títulos da Copa Libertadores da América e do Campeonato Brasileiro, Jesus também tem ficado marcado por fortes declarações na mídia brasileira. Só para exemplificar, na última quarta-feira (12), após a vitória por 3 a 2 sobre o Fluminense que classificou o Flamengo para a final da Taça Guanabara, o treinador soltou o verbo contra o rival.

“Para nosso adversário era importante, ir para a final, ganhar o título. Nós estamos em outro patamar, nossos títulos são outros”, disse o Mister durante entrevista coletiva.

Recentemente, Jorge Jesus disse que não está focado no Campeonato Carioca, pois, para seu currículo internacional, essa competição tem muito efeito. Enfim, o treinador deixou claro que a prioridade do Flamengo neste começo de temporada é vencer a Supercopa do Brasil.

“Se o Flamengo ganhar o Estadual, isso aumenta o meu currículo? No Brasil, sim. Fora do Brasil, zero. Então vou respeitar o Campeonato Estadual. Para mim, não é jogo oficial. Para mim, estes jogos são para preparar a equipe com jogos oficiais”, disparou.

Por causa dessas declarações, Jorge Jesus vem sendo chamado de arrogante por alguns setores da imprensa. Porém, ele não é o único a falar frases de efeito na frente dos microfones. Afinal, o Brasil historicamente ficou marcado por ter os maiores badboys do futebol mundial.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!

E o Torcedores.com selecionou alguns falastrões que marcaram época atuando pelos principais clubes brasileiros.

1 – Romário

“Ele entrou no ônibus agora e já quer sentar na janela”, Romário disparou para o então inexperiente técnico do Fluminense, Alexandre Gama, que o havia barrado, em 2003.

2 – Túlio Maravilha

“Uma noite de amor era gol certo. Túlio Maravilha era sinônimo de gol. Gol era igual a sexo. Sexo era igual a sexo”, Túlio Maravilha costumava dar declarações em tom de provocação a outros jogadores e clubes em busca de marcas expressivas.

3 – Felipe Melo

“Neto deixa eu falar uma coisinha pra você, você é um bobão”, Felipe Melo uma de suas declarações mais fortes desde de seu retorno ao futebol brasileiro foi em relação a uma desavença que teve com o ex-jogador e comentarista Neto, da TV Bandeirantes.

4 – Paulo Nunes

“Fica com o paulistinha, que é o que eles merecem”, Paulo Nunes disparou contra o Corinthians fazendo uma referência ao título paulista conquistado pelo Timão.

Siga o Torcedores também no Instagram

5 – Renato Gaúcho

“Cada gol do Pelé, foi uma mulher minha”, Renato Gaúcho sobre os mil gols marcados pelo Rei do Futebol.

6 – Rogério Ceni

“Fria é para quem fica aí no ar condicionado. Você já foi jogador, né?”, Rogério Ceni ironizou o apresentador Milton Neves, da TV Bandeirantes, após uma vitória do São Paulo pelo Campeonato Brasileiro de 2005.

7 – Ronaldo Fenômeno

Meu peso não interessa a ninguém. Quando marco gol, fico mais magro”, Ronaldo durante sua apresentação no Corinthians após rebater os questionamentos da imprensa paulista a respeito da sua forma física.

8 – Emerson Sheik

“Falando como torcedor, acho que seria legal o Vasco cair. Agora, para o futebol carioca, não. Aí é outra pegada. É bacana pra caramba esse lance da zoeira nas ruas e bares, a galera fazendo sinal de número 2, de Segunda Divisão”, Emerson Sheik sobre o primeiro rebaixamento do Vasco em entrevista à Rádio FM O Dia.

9 – Edmundo

“Não sou cavalo paraguaio. Mais uma vez, mostrei quem é o puro-sangue”, depois de ser artilheiro do Campeonato Brasileiro de 1997 com a camisa do Vasco.

10 – Júnior Baiano

“Quando meu salário estava dentro da realidade, eu pelo menos recebia em dia”, Júnior Baiano rebateu as críticas da torcida do Flamengo ao ser apontado como um dos responsáveis pela má fase do time no início do Campeonato Carioca de 2004.

LEIA MAIS: