Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Diego Sanchez confirma que decidiu parar a lutar por saber que estava perdendo: ‘decisão inteligente’

Lutador recebeu uma joelhada ilegal do brasileiro Michel Pereira e venceu o combate por desqualificação

Jonatas Pacheco
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Ronald Martinez/Getty Images

A luta entre Diego Sanchez e Michel Pereira, no UFC Rio Rancho, no último sábado (16 de fevereiro), segue dando o que falar. O veterano de 38 se manifestou pela primeira vez após a vitória polêmica por desqualificação do brasileiro.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram 

Em entrevista ao site MMA Junkie, Diego Sanchez falou que sabia que estava perdendo a luta quando recebeu uma joelhada ilegal no último round, e por isso resolveu não seguir no combate, ao ser questionado pelo árbitro.

“Eu não desisti. Ele me acertou com uma joelhada forte na cabeça. Eu sabia que estava perdendo por pontos, sabia o que estava acontecendo. Tomei uma decisão inteligente, porque sabia que, independente do que acontecesse no restante da luta, meu rosto estaria coberto de sangue e a imagem estaria na cabeça dos juízes. Eu não teria mais nenhuma chance de vencer”, disse Diego.

“Recebi um golpe muito forte na minha cabeça, mas eu tomei a decisão certa. Ele não percebeu que eu caí por conta de um golpe forte que tomei nas costelas. Fraturei duas costelas naquele momento. O golpe na minha cabeça não me nocauteou, mas me machucou”, complementou.

Após a luta, Diego Sanchez recebeu muitas críticas por conta da atitude. Alguns fãs do MMA chegaram até comentar sobre uma possível aposentadoria do lutador.

“E se eu tivesse me machucado seriamente? E a cicatriz que vou levar pro resto da minha vida? Não preciso que digam que eu desisti da luta porque estava com medo do Michel. Estou nesse esporte há mais tempo que todo mundo e devo ser respeitado. Se a organização, o mundo do MMA e a imprensa não quiserem me respeitar, serei respeitado à força. Só vou parar de lutar quando eu decidir”, finalizou.

LEIA MAIS

Evento do ONE Championship ocorrerá sem público devido surto do coronavírus

Jan Blachowicz reafirma desejo de enfrentar Jon Jones

Michel Pereira provoca Diego Sanchez após polêmica no UFC Rio Rancho