Dirigente do Inter se posiciona sobre saída de Moledo e descarta “lenda” envolvendo Coudet e Fuchs

Zagueiro Bruno Fuchs tem sido titular do Inter nas últimas partidas na temporada

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Site Inter

Ao que tudo indica, o jovem zagueiro Bruno Fuchs ganhou mesmo a titularidade de Rodrigo Moledo no time do Inter. Em entrevista concedida nesta segunda-feira ao programa Cadeira Cativa, da Ulbra TV, o executivo de futebol, Rodrigo Caetano, deu o seu ponto de vista sobre a troca promovida por Eduardo Coudet.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

O comandante argentino fez a alteração no Gre-Nal do Beira-Rio e manteve no primeiro jogo contra o Tolima, fora, pela Libertadores.

“Fez uma opção. Não é detrimento ao Moledo, baita caráter, baita profissional. É questão de estratégia do treinador. Ele está fazendo o elenco rodar. E o Inter teve jogo atrás de jogo, com pouco tempo de treino”, destacou.

Caetano também refutou os rumores de que Coudet, ainda na temporada passado, teria pedido que Fuchs fosse testado no time titular com Zé Ricardo. O dirigente garante que o trabalho do argentino no Inter só começou quando ele se desligou do Racing.

“Tem muita lenda, ele não pediu a escalação do Fuchs no ano passado. Ele dirigindo o Racing teria influência? Não, zero de chance. O trabalho dele iniciou quando encerrou lá”, informou.

Nesta quarta-feira, em casa, o Inter recebe o Tolima pela volta da pré-Libertadores.

LEIA MAIS:

Paulo Miranda responde jornalista colorado que ironizou zaga reserva do Grêmio: “Tudo normal”

Fuchs comenta entrada no time titular logo no Gre-Nal; Coudet explica saída de Moledo

Renato celebra vitória no Beira-Rio e diz que torce para o Inter na Libertadores: “Gre-Nal é muito bom”

Siga o autor:

No YouTube

No Instagram