Guardiola cita “impacto” por punição imposta ao City, mas afirma: “Apoiamos o clube 100%”

Após sanção aplicada pela UEFA, Guardiola revelou como a notícia repercutiu nos bastidores do time

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Divulgação/Manchester City

Em entrevista à ”Sky Sports”, o treinador do Manchester City falou sobre a punição que o clube sofreu. Dessa forma, o espanhol não negou que a notícia gerou um grande impacto, mas garantiu que todos estão apoiando o time. Diante disso, a comissão técnica e os jogadores podem, apenas, buscar bons resultados dentro de campo enquanto dirigentes e advogados buscam uma solução.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

“No começo (a sanção) foi um impacto, depois de horas você percebe que não é algo que podemos controlar. Apoiamos o clube 100%, o que precisamos fazer é focar em nossas partidas”, declarou.

DAZN agora custa menos de R$1,00 por dia e o primeiro mês é grátis! Assine já!

Apesar do caso ter pego todos de surpresa, Guardiola deixou claro que o grupo está focado, já que se trata de um elenco qualificado.

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?

”(Os jogadores) são profissionais excepcionais”, completou.

O CEO do Manchester City, , Ferran Soriano, deixou claro que as alegações são falsas e que a equipe irá buscar seus direitos.

“Os torcedores podem ter certeza de duas coisas. A primeira é de que as alegações são falsas e a segunda é de que faremos tudo o que for possível para provar isso. Baseado em nossa experiência e pela percepção desta investigação, isso tudo parece ser menos sobre justiça e mais sobre política. Minha esperança é de que tudo seja encerrado antes do final da atual temporada”, contou aos veículos do clube.

LEIA MAIS

Quem chega e quem sai dos clubes?