Em meio a caos nos bastidores, Matheus Cunha chega ao Hertha após ser destaque no pré-olímpico

Clube tem investimentos de bilionário alemão, mas não contava com a turbulenta demissão de Jürgen Klinsmann

Samuel de Brito
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução / Twitter Hertha Berlim

Matheus Cunha se apresentou ao Hertha Berlin na última quarta-feira (12) após se destacar com a Seleção Brasileira no pré-olímpico e carimbar vaga nas Olimpíadas. Entretanto, o atacante chega em meio a um caos nos bastidores que afeta a equipe com a saída do técnico Jürgen Klinsmann.

O clube tem o investimento de um bilionário alemão, chamado Lars Windhorst, que adquiriu 49,9% das contas do clube por 224 milhões de euros (R$1 bilhão), um dos maiores negócios da Bundesliga. No entanto, a campanha tem sido mediana e a equipe é a 14ª no Campeonato Alemão, com 14 pontos.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Vale ressaltar que o investidor só não adquiriu porcentagem maior do Hertha, pois o regulamento não permite. Quando perguntado sobre os motivos que o levaram a investir, Windhorst não fez cerimônia: “Queremos ganhar dinheiro, todas as nossas decisões se baseiam nisso”.

Acompanhe as notícias do seu time pelo Facebook

A expectativa é que o clube consiga representar de forma digna a capital alemã, não apenas na Bundesliga, mas também no cenário internacional. O investidor tem uma receita pronta para alcançar esse objetivo e pretende investir pesado no marketing, a começar pelo histórico estádio Olímpico. A inspiração está no PSG, com lojas, quiosques e tours.

Saída de Klinsmann abala o Hertha

Na noite da última terça-feira (10), uma notícia inesperada estava nas capas dos jornais de Berlin: Jürgen Klinsmann havia pedido demissão. Ele foi chamado pelo investidor para fazer parte do Conselho Deliberativo. Com a demissão do croata Ante Covic, o ex-atacante alemão assumiu também a função de treinador.

Entretanto, o alemão não mediu as críticas, alegando a existência no clube de um clima de falta de confiança e união. Windhorst, o presidente Werner Gegenbauer e o diretor esportivo Michael Preetz informaram em entrevista coletiva que Klinsmann não vai retornar ao Conselho.

E Matheus Cunha?

É justamente nesse cenário que Matheus Cunha chega ao Hertha Berlin. Ele vem em busca de mais espaço, pois não vinha conseguindo atuar com frequência no RB Leipzig. Só que agora vai ter a concorrência de Piatek, outro recém-chegado para o setor ofensivo.

LEIA MAIS

Antes de chegar ao Brighton, Mac Allister critica Boca: “Não me valorizavam e só queriam dinheiro”

Ex-Sporting recorda terror em ataque de torcedores ao CT: “Ainda tenho a cicatriz”

Presidente da Juventus convoca Sarri para explicar maus resultados