Iniesta sobre a importância de Guardiola: “Ele evoluiu o futebol”

Iniesta foi um dos principais jogadores do Barcelona na era Guardiola 

Jeferson Macedo
Colaborador do Torcedores.com.

Foto: Divulgação/ Andrés Iniesta twitter oficial

Guardiola deu seus primeiros passos como técnico em 2007, com o Barcelona B. Depois de ganhar a promoção para a terceira divisão do futebol espanhol, ele inesperadamente recebeu o convite para assumir a equipe principal em 2008. Começava ali a história de um dos maiores técnicos da atualidade.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Porém, em seu inicio no time principal do Barcelona, Guardiola teve altos e baixos. Em entrevista ao FourFourTwo,  Iniesta a disse que inexperiência fez com que a pressão sob o trinador aumentasse.

“O Pep estava debaixo de muita pressão, porque era o Barcelona e a pressão é alta. Eu sabia disso como jogador desde os 12 anos, mas quando és treinador, a pressão é maior ainda. As pessoas passaram a duvidar de imediato e os adeptos não estavam contentes. Não foi fácil, ele não era um treinador experiente habituado a lidar com isso. O mínimo que eu podia fazer era dizer para que ele não mudasse nada do que estava a fazer.”, disse Iniesta.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Iniesta ainda revelou que deu conselhos a Guardiola e que a equipe passou a melhorar, venceu 19 dos 20 jogos seguintes na liga espanhola, quanto aos métodos, o ex-jogador do Barcelona explicou que os jogadores tinham total confiança nas suas ideias.

“Nenhum dos críticos conseguia ver o que estávamos a fazer na pré-época, mas os jogadores conseguiam, e nós gostávamos da forma dele trabalhar, com um estilo mais definido do que o que estávamos habituados. Era bastante claro o que ele nos queria transmitir.”

Iniesta reconhece a importância que Guardiola teve para o futebol, reflexo disso foi a seleção da Espanha se basear no mesmo estilo de jogo do Barcelona.

“O Pep mudou tudo, fez-me pensar sobre o espaço de forma diferente. Procurava sempre formas de ganhar vantagens. Dizia que se confiássemos nele e fizéssemos o que dizia, ganhávamos. E foi isso que fizemos e continuamos a fazer. As equipas passaram a copiar o que o Guardiola fazia, tal como ele evoluiu o futebol”.

LEIA MAIS:

Zidane acredita que crise não atrapalhará o Barcelona: “Não terão fraquezas”

Juventus parabeniza Cristiano Ronaldo pelo seu aniversário: “Já vivemos momentos inesquecíveis”