Petkovic diz que São Paulo não vence se o Corinthians jogar como jogou contra o Guaraní-PAR

Ex-jogador Petkovic vê futebol apresentado pelo Corinthians superior ao do São Paulo em 2020

Péterson Neves
Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale. Contato: petersongneves@gmail.com

Crédito: Reprodução/SporTV

O Majestodo deste final de semana válido pela sexta rodada do Campeonato Paulista 2020 foi tema de destaque do programa Seleção SporTV desta sexta-feira (14). São Paulo ou Corinthians? Para quem a derrota pode causar grandes estragos no planejamento da temeporada?

Com o meu BMG Corinthians o seu time sempre ganha. Abra sua conta!

Na visão de Carlos Cereto, a derrota no clássico para o São Paulo é pior que para o Corinthians devido ao fervor nos bastidores por questões de dinheiro e questionamentos sobre o trabalho do técnico Fernando Diniz.

Acompanhe as notícias do seu time pelo Facebook

“O Corinthians tá com gosto de quarta-feira de cinzas. Para o Corinthians, vencer representa confiança, esperança, só isso. Para o São Paulo, vale muito. Se perder, vão encher a paciência do Fernando Diniz e vai ficar pendurado. É muito mais tenso para o São Paulo. Se o Corinthians perder, causará uma desconfiança para o Tiago Nunes”, afirmou.

“Do lado do São Paulo, o clima está tenso. Estão pressionando o Raí, o Leco e o Fernando Diniz. O São Paulo é freguês do Corinthians”, acrescentou.

O ex-jogador Petkovic, então, atravessou a conversa afirmando que se o Timão apresentar o mesmo futebol da vitória sobre o Guaraní-PAR por 2 a 1 vencerá com tranquilidade.

“Se o Corinthians jogar o que jogou contra o Guaraní na Arena Corinthians, o São Paulo não ganha o clássico”, disparou.

Mesmos surpreendidos, Cereto e PVC também concordaram com Pet, mas ressaltaram que o Timão vai precisar ter a sua primeira boa atuação como visitante para triunfar.

“Fora de casa esse ano o Corinthians não tem jogado bem”, salientou Cereto.

“Corinthians jogou 20 minutos bons com o Mirassol empatou. Jogou mal o primeiro tempo contra a Ponte Preta, melhorou no segundo e perdeu o jogo. Jogou mal contra o Guaraní lá e perdeu. Coincidência, o Tiago Nunes começou com o Athletico sem vencer fora de casa [em 2019]. Na Libertadores, não venceu nenhuma fora, mas isso melhorou no decorrer do ano e para ser campeão da Copa do Brasil eliminou o Flamengo no Maracanã e ganhou do Inter no Beira-Rio. Esse é o desafio do Tiago Nunes no Corinthians”, finalizou PVC.

LEIA MAIS
Ex-jogador Vampeta dá conselho à torcida do Palmeiras e provoca: “Não tem copinha nem mundial”
Novo reforço revela corneta de tio palmeirense antes do acerto com o Corinthians: “Vai pra lá?”
Com caneta de Edilson em Karembeu, Timão comemora 20 anos do título mundial de 2000 nas redes sociais