Réver não perdoa e detona atuação do Atlético-MG na Copa do Brasil

Atlético avança na Copa do Brasil, mas recebe enxurrada de críticas com atuação apagada

Eder Bahúte
Colaborador do Torcedores

Crédito: Bruno Cantini

O Atlético-MG está classificado para a próxima fase da Copa do Brasil. Em partida realizada nesta quarta-feira, o Galo ficou no 0 a 0 contra o Campinense, no Estádio Amigão, em Campina Grande, na Paraíba. A vaga, porém, não foi tão comemorada pelos jogadores, já que a atuação ficou muito abaixo do esperado.

Cartão de crédito sem anuidade? Abra sua conta Meu BMG agora!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Em muitos momentos do jogo, o Atlético correu sérios riscos de sofrer um gol do adversário. Além disso, a equipe mineira praticamente não incomodou o rival.

“A gente precisa nos doar mais, nos entregar mais. Hoje, com toda a dificuldade que o Campinense nos impôs, a gente conseguiu suportar a pressão, mas uma equipe como o Atlético não ter chance de gol contra o Campinense é um pouco preocupante, que sirva de exemplo, que possamos nos doar mais, nos entregar mais”, disse Réver.

“Só nome, só camisa não vence mais jogo. Tivemos a prova disso uma semana atrás (contra o Unión-ARG, na Sul-Americana)”, completou o capitão atleticano.

Na segunda fase, o time vai enfrentar o vencedor do duelo entre Atlético-AC e Afogados-PE, que se enfrentam nesta quinta-feira, no estádio Vianão, em Afogados da Ingazeira, em Pernambuco.

Agora, alvinegro volta as atenções para o Campeonato Mineiro. No domingo, o Galo enfrenta a Caldense, no Mineirão, pela sexta rodada.

LEIA MAIS: