Rubens Barrichello é confirmado como participante da S5000 na Austrália

Piloto brasileiro foi confirmado para correr em evento no GP da Austrália; categoria busca ganhar espaço no cenário mundial

Brendo Romano
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução Youtube

Rubens Barrichello está confirmado para correr na S5000 em Albert Park, o evento ocorre no GP da Austrália, na pista de Melbourne. O modelo da S5000 é projetado no chassi de fibra de carbono Onroak-Ligier francesa. Projetado para ter potência, segurança e custo econômico baixo.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!

Siga o Torcedores também no Instagram

Por isso, os componentes são peças únicas e especificas – isso inclui a célula de segurança Ligier. O veiculo S5000 vem equipado com motor V8 de 5 litros, 560 cavalos e uma caixa de câmbio de 6 marchas. Vale ressaltar que o carro do piloto possui certificado de segurança da FIA.

Em 2019, Barrichello estreou na categoria, porém essa temporada a competição aumentou de duas para seis corridas. Na sua única aparição no torneio, Rubens terminou na quarta colocação. A prova será realizada junto com o GP da Austrália, no dia 15 de março.

“É claro que estou emocionado por voltar à Austrália, não uma, mas duas vezes em 2020, para continuar minha carreira de piloto de monopostos na S5000 nas duas maiores e mais icônicas pistas de corrida do país – Albert Park e Bathurst”, disse o piloto brasileiro.

Barrichello comentou sobre a ascensão da categoria no cenário mundial

“Sandown forneceu uma tremenda visão da nova categoria de automobilismo de alto nível da Austrália para mim e tenho certeza de que os eventos no GP da Austrália e depois em Bathurst em novembro, colocarão a S5000 no mapa internacional”, comentou.

Por fim, Barrichello falou que o evento será importante para abrir novos horizontes para categoria: “O evento da Fórmula 1 permitirá que muitos, muitos pilotos internacionais vejam – e ouçam – a S5000, e então eles entendam a atração”, finalizou.

LEIA MAIS:

Americano rechaça ideia de Alonso disputar Indy 500: “Não podemos colocar mais que dois carros”