Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Solidário a Gobert, Evan Fournier acusa NBA de xenofobia

Fournier acredita que se o amigo não fosse estrangeiro, a “brincadeira” feita por Gobert  em relação ao coronavírus, não teria repercutido tanto

Anne Remonte
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução / Twitter

Rudy Gobert foi o primeiro jogador da NBA a testar positivo para o coronavírus. O atleta se envolveu em uma grande polêmica no início desse mês, após fazer uma “brincadeira”, sobre o vírus. Desde então, o jogador vem passando por semanas conturbadas. Dessa forma, Evan Fornier, ala-armador do Orlando Magic e amigo pessoal de Gobert, vem acompanhando o jogador e comentou sobre a atual situação do pivô.

“Rudy foi transformado no rosto do coronavírus na NBA e isso me deixa bem triste. O comportamento das pessoas e imprensa, em especial, têm sido revoltante nesse caso. Estão revelando os nomes dos contaminados, incluindo Rudy, como se fosse contratações na agência livre. Você pode informar que há doentes sem expô-los”, disse o jogador em entrevista ao jornal L’Equipe

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Entenda o caso

No início do mês, Gobert fez uma série de brincadeiras com as medidas de prevenção do vírus. Durante uma entrevista, o jogador francês saiu tocando vários microfones, celulares e gravadores, que estavam na mesa. Imediatamente, a brincadeira de mau gosto repercutiu de forma negativa no mundo todo. Mas o que ninguém imaginava, nem o próprio jogador, era que Gobert estava infectado pelo coronavírus.

Opinião de Evan Fornier

Segundo Evan, Gobert fez uma brincadeira normal, que qualquer outro atleta poderia ter feito. Ainda segundo o jogador, se o amigo não fosse estrangeiro e não estivesse infectado, a brincadeira não teria repercutido tanto: “É o típico caso em que gostam de culpar um ‘estranho’. Rudy trouxe o vírus para a liga porque é europeu, devem imaginar (…) É fácil apontar o dedo para alguém que só fez uma piada após tudo o que aconteceu”, comentou o atleta.

Pedido de desculpas

Recentemente,  Gobert utilizou suas redes sociais para se desculpar: “A primeira e mais importante coisa é que eu gostaria de me desculpar publicamente com as pessoas que eu possa ter colocado em perigo. Na época, eu não fazia ideia de que estava infectado. Eu fui descuidado e não há desculpas. Espero que minha história sirva de alerta e faça com que todos levem isso a sério. Farei o que puder para apoiar o uso da minha experiência como forma de educar outras pessoas e impedir a propagação do vírus”, disse o jogador.

O caso de Rudy Gobert, foi o estopim para que a NBA tomasse a decisão de suspensão temporária de suas atividades.

 

LEIA MAIS

NBA não vai punir Rudy Gobert por imprudência em prevenção do coronavírus

Jogador dos Nuggets aposta em truques de mágica durante quarentena do coronavírus