Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Ex-treinador do Leicester relembra segredos da equipe campeã da Premier League em 2016

Claudio Ranieri dirigiu o Leicester entre 2015 e 2017 e comandou a equipe que conquistou a Premier League da temporada 2015/16

Cleverton Silva
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução / Site Oficial do Leicester City

A temporada 2015/16 do Leicester foi a dos sonhos para os clube. Sob o comando do italiano Claudio Ranieri, os Foxes conquistaram o título da Premier League com 81 pontos, sofrendo apenas 3 derrotas na competição.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Em entrevista à Sky Sports, o treinador daquela equipe, Claudio Ranieri, relembrou os segredos daquela equipe. Para ele, era importante que os atletas não sentisse muita responsabilidade.

“Era importante que os meninos não sentissem muitas responsabilidades. Eu estava com medo de que a pressão chegasse até eles, pois era uma equipe que começou com o objetivo de se salvar do rebaixamento e que naquele momento estava brigando com os maiores”.

Sobre as partidas contra as seis maiores equipes da Inglaterra, Ranieri revelou algumas brincadeiras do elenco. Segundo ele, Jaime Vardy, estrela daquela equipe, pediu uma semana de folga caso o Leicester derrotasse Liverpool, City e Arsenal.

“Foi um período em que tivemos três partidas consecutivas contra grandes (Liverpool, Manchester City e Arsenal) e, para brincar, os jogadores me pediram alguns dias de férias, dependendo dos pontos que ganharíamos. No final, Vardy me disse que, se somassem nove pontos, mereciam uma semana de folga”.

Mesmo vencendo 2 dos 3 jogos, Ranieri afirmou que deu a semana de folga para seus jogadores. De acordo com o treinador, hoje da Sampdoria, foi como se tivesse vencido as três partidas, pelas circunstâncias.

“Vencemos o Liverpool por 2 x 0, o City por 3 x 1 e perdemos por 2 x 1 para o Arsenal, jogando o segundo tempo com dez jogadores e levando o gol decisivo aos 50 minutos do segundo tempo. No final, eu disse a eles que o resultado é resultado de mil fatores, mas que os benefícios não são. Eu disse a eles ‘vá para casa, para mim é como se você tivesse vencido’. E eu dei a eles uma semana de folga”.

LEIA MAIS