Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Lopetegui aceita redução salarial e pede o retorno do futebol apenas quando for seguro para todos

Ex-técnico de Real Madrid e seleção espanhola, Lopetegui afirma que todos deveriam tomar a mesma atitude

Leonardo Gontijo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/Sevilla

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

A Espanha é o 2º país mais atingido pela pandemia do coronavírus de acordo com dados da OMS.

De ontem para hoje, foram registradas mais de 700 mortes e o país acabou ultrapassando a China no número de fatalidades.

Com isso, muitos desempregos e cortes estão ocorrendo ao redor do mundo. No futebol não é diferente.

O técnico do Sevilla, Julen Lopetegui já concordou com a possibilidade de ter seu salário reduzido, mas afirmou que outros nomes do futebol precisam ter a mesma atitude.

“Os clubes não vão lucrar como planejado, então um corte de salário é perfeitamente normal. Não é hora de virar a cara”. afirmou o treinador.

Para Lopetegui, futebol só deve retornar quando tudo estiver seguro

A liga espanhola está suspensa por um prazo indeterminado e sem uma data definitiva para retornar.

Para o treinador do Sevilla, o momento é de estabelecer prioridades e que o futebol deve ficar em plano secundário.

“Agora é o momento de nos tornarmos responsáveis e estabelecer prioridades”.

“As pessoas sentem falta do futebol, mas ele está num momento absolutamente secundário, primeiro a saúde. E até que a saúde não esteja 100% garantida para todos, não se pode pensar em jogar”. acrescentou.

O treinador ainda acrescentou que não faz sentido os jogos ocorrem com os portões fechados, já que a torcida é fundamental para uma partida.

“Jogar de portões fechados? O futebol é para se jogar com o público acompanhando e se joga de portões fechados, é pelo fato de existir algum risco”. concluiu o treinador do Sevilla

LEIA MAIS: 

Carlo Ancelotti surpreende torcedor que está em grupo de risco com ligação

Cinco maneiras de se manter isolado, mas seguir apreciando a modalidade

5 jogadores famosos no Brasil, mas que nunca jogaram na Europa