NFL: Vindo da XFL, Dravon Askew-Henry assina com o NY Giants

Defensive Back de 24 anos com passagem pela XFL assina com o NY Giants por duas temporadas. Ele teve passagem na NFL pelo Pittsburgh Steelers em 2019

Matheus Ornellas
Colaborador do Torcedores.com que cobre os esportes americanos.

Crédito: Getty Images

E mais um jogador da XFL consegue um contrato com a National Football League (NFL). Depois do QB P.J. Walker assinar com o Carolina Panthers e o CB Deatrick Nichols assinar com o New Orleans Saints, Dravon Askew-Henry assinou com o New York Giants. O jogador de 24 anos atuou pela franquia de NY na XFL, os Guardians.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Carreira universitária e NFL

Henry fez parte da universidade de West Virginia, entre 2014  e 2018. Após uma temporada como cornerback, ele fez a transição para Safety, onde atuou por três temporadas seguidas. Com mais de 50 partidas pela universidade e 215 tackles, o jogador tentou a sorte no Draft de 2019 da NFL, mas acabou não sendo selecionado.

Porém, ainda em Abril, ele assinou com o Pittsburgh Steelers, para buscar uma vaga durante o trainning camp da franquia da AFC Norte. Ele acabou sendo cortado ao final da pré-temporada, após anotar nove tackles e nenhuma interceptação.

Uma curiosidade sobre o jogador é seu parentesco com a National Football League. Ele é primo de Darrelle Revis, cornerback que teve grande carreira na NFL.

Luta por vaga no elenco dos Giants

Dravon Askew-Henry terá que suar para se manter na NFL. Mesmo com um contrato de dois anos, ele não tem garantias de que será mantido no elenco do New York Giants para a temporada 2020. O jogador tem velocidade e pode transitar em situações dentro do box. Porém, ele precisa manter a calma para não sofrer com faltas e outras penalidades. Vale lembrar que, durante a temporada da XFL, ele recebeu duas faltas na mesma jogada. Primeiro, por uma segura. E, na sequência, uma falta pessoal por atirar a flag em direção ao juiz que havia marcado a primeira penalidade.

LEIA MAIS