Paulistão Feminino 2020 deve começar em abril; confira tabela divulgada pela FPF

Federação Paulista divulga tabela preliminar, que pode ser afetada caso a pandemia de COVID-19 se mantenha até abril, quando o campeonato começa

Raffa Carolina
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Na tarde de quarta-feira (11), a Federação Paulista de Futebol divulgou a tabela básica do Campeonato Paulista Feminino 2020, com todos os quinze jogos da fase única – uma das novidades desta edição da competição. O Corinthians, atual campeão, estreia contra o novato Realidade Jovem, de Piracicaba.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Você conhece o canal do Torcedores no YoutubeClique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

O São Paulo enfrenta a Ferroviária, o Santos estreia contra o São José e o Palmeiras encara o Juventus, em casa. A competição será disputada entre 16 equipes, em 12 cidades diferentes do estado de São Paulo.

CLÁSSICOS NO PAULISTÃO FEMININO

Os clássicos entre os quatro grandes não estão concentrados: em 15 de abril, o Santos enfrenta o Palmeiras. Corinthians e São Paulo fazem o Majestoso em 03 de maio. Já no dia 03 de junho, Corinthians e Palmeiras disputam o Derby Paulista. No dia 21 de junho é a vez de Palmeiras e São Paulo. O último clássico acontece entre Corinthians e Santos, também em 21 de junho.

Os jogos ainda podem sofrer alterações de datas e horários, por se tratar de uma tabela básica – a pandemia de coronavírus tem adiado partidas e, a depender da duração de novos casos, podem chegar a afetar a competição.

Inicialmente, a primeira fase ocorre entre os dias 12 de abril e 28 de junho; as quartas de final se iniciam no dia 01 de julho, e os jogos da final estão previstos para o dia 09 e 16 de agosto. Confira todos os jogos da primeira fase.

LEIA MAIS

Campeonato Paulista Feminino 2020 terá premiação inédita para todos os clubes

Pia faz balanço do desempenho da Seleção Brasileira após o Torneio da França

Pia Sundhage encontra caminho a seguir na Seleção Feminina apesar de resultado frustrante contra o Canadá; entenda