Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Pedrinho iguala Paulinho e se torna a maior venda da história do Corinthians

Pedrinho se torna a maior venda da história do Corinthians

Matheus Expedito
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero. 22 anos. Amante do esporte bem jogado e admirador de boas histórias.

Crédito: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O meia Pedrinho foi anunciado como reforço do Benfica na manhã desta quarta-feira (11), mas só deve se apresentar ao novo clube no início da próxima temporada europeia. Pelo site oficial, os portugueses confirmaram que o jovem do Corinthians foi contratado por 20 milhões de euros (aproximadamente R$ 105 milhões). Com isso, ele se torna a maior venda da história do alvinegro.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Ele divide o topo da lista com o volante Paulinho, que também foi vendido por 20 milhões de euros, em 2013, ao Tottenham. Mas é importante mencionar que há diferença nos valores corridos pela inflação entre esses anos. Para se ter uma ideia, o valor do euro na época em que o ídolo corintiano foi para a Inglaterra era de aproximadamente R$ 2,90. Hoje com a desvalorização do real, um euro é equivalente a  R$ 5,28.

Curiosamente, entre as maiores vendas do Corinthians estão três jogadores formados nas categorias de base, além de Pedrinho: Willian, Jô e Guilherme Arana. A lista ainda conta com nomes importantes, como Gil, Renato Augusto, Edu Gaspar e Felipe.

Confira as dez maiores vendas do Corinthians:

1º – Paulinho (2013) e Pedrinho (2020) – 20 milhões de euros
3º – Willian (2007) – 14 milhões de euros
4º – Felipe (2016) – 11 milhões de euros
5º – Jucilei (2011) e Guilherme Arana (2018) – 10 milhões de euros
7º – Edu Gaspar (2001) – 8,75 mlhões de euros
8º – Gil (2016) – 8,5 milhões de euros
9° – Renato Augusto (2016) – 8 milhões de euros
10º – Jô (2018) – 10 milhões de dólares

* Não foram consideradas as vendas de Tévez e Mascherano, pois ambos pertenciam ao grupo MSI
* Informações atualizadas em dados do portal Transfermarkt

LEIA MAIS: