Torcedores – Notícias Esportivas

Saúde e fitness: o que não devo comer antes das atividades físicas?

Descubra o que você NUNCA deve comer antes de praticar atividades físicas

Gabriel José Gonçalves
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Foto: Banco de imagens gratuito

A prática de exercícios físicos é fundamental para manter a saúde e o bom funcionamento do corpo. Porém, se você não se alimentar da maneira adequada, o esporte pode ter um efeito contrário, estressando o organismo para além do necessário.

Por isso, é essencial aprender um pouquinho mais sobre dieta e entender que alimentos funcionam melhor em diferentes momentos do dia.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Siga o Torcedores também no Instagram

Pensando nisso, nós separamos algumas dicas do que NÃO comer antes da atividade física. São alimentos que não darão a quantidade de energia necessária e ainda podem te atrapalhar na hora dos exercícios.

Carboidratos de alto índice glicêmico

A atividade física é um momento que demanda energia muscular. Ou seja, o corpo precisa estar muito bem nutrido para superar o desgaste provocado pelos exercícios. Nesse sentido, o carboidrato é um dos principais fornecedores de combustível para o corpo. Porém, não é qualquer tipo desse macronutriente que deve ser utilizado antes da prática desportiva.

Tratando-se de carboidrato, há diferenças de índice glicêmico, que basicamente se referem ao tempo de absorção do alimento pelo corpo. Assim, podemos resumir da seguinte maneira:

Baixo índice glicêmico: é quebrado e absorvido mais lentamente pelo corpo;

Índice glicêmico moderado: tempo de absorção médio;

Alto índice glicêmico: absorvido rapidamente pelo organismo.

Portanto, se você pretende ter mais energia para realizar o seu exercício, é fundamental evitar os alimentos com carboidratos de alto índice glicêmico. Isso porque eles darão uma energia rapidamente, mas ela não se manterá por muito tempo. Tão logo você perde a sensação de saciedade e sente fome. São alguns exemplos disso:

? chocolates;

? bolos e tortas;

? sorvete;

? hambúrguer;

? batata frita;

? certos tipos de pães, principalmente os não-integrais.

A ingestão de doces, no geral, dá um pico de insulina, causando certa ‘preguiça’ no corpo e diminuindo o ânimo para praticar atividade física. Portanto, é fundamental optar por outros tipos de alimentos pré-treino, como a batata-doce, que possui uma liberação moderada no organismo.

Bebidas gaseificadas

As bebidas gaseificadas, como o refrigerante, podem trazer aquela sensação de ‘inchaço’ no estômago, o que atrapalha bastante na movimentação durante o exercício. Por isso, é fundamental evitá-las até mesmo algumas horas antes do exercício. Procure optar por outros líquidos, como sucos e água.

O quanto e quando comer?

Tão importante quanto se atentar ao tipo de alimento, é importante entender horários e quantidades para a alimentação. As refeições sólidas devem ser realizadas pelo menos uma hora antes da atividade física (o tempo pode variar de acordo com o indivíduo). Já a ingestão de sucos, isotônicos e outros líquidos leves pode ser realizada com meia hora de antecedência.

Além disso, é importante moderar a quantidade de comida ingerida. Comer 3 pratos de arroz e sair para correr uma hora depois pode não ser uma boa prática! Entenda que se alimentar de maneira descontrolada antes do exercício causa sensação de inchaço e cansaço, visto que seu corpo estará mais concentrado em digerir a comida do que em se exercitar.

Nesse sentido, há pessoas que se adaptam bem com treinos com um tempo maior de jejum: 2 horas, por exemplo. Outros indivíduos não conseguem passar mais de 1 hora sem comer. O importante é entender os sinais que seu corpo dá e aprender com o passar dos dias o que mais se encaixa às suas preferências e possibilidades.

O acompanhamento nutricional é essencial para conhecer as suas necessidades energéticas e manter um plano adaptado. Portanto, procure sempre por profissionais qualificados e certificados.

Agora que você já sabe o que NÃO comer, veja os melhores alimentos para o pré-treino!

LEIA MAIS

Energia e disposição: 6 alimentos para dar um ‘up’ no seu dia