Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Técnico do Arsenal, Arteta testa positivo para o coronavírus

Comunicado foi emitido na noite desta quinta-feira

Ítalo Bruno
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/Arsenal

O dia foi foi muito movimentado diante das diversas paralisações de competições de diversas modalidades por conta da pandemia do coronavírus. E embora a Primier League tenha anunciado que a rodada do próximo final de semana ocorreria normalmente e com portões abertos, foi comunicado nesta noite o primeiro caso de coronavírus envolvendo o futebol do país.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva! Siga o Torcedores também no Instagram

O Arsenal emitiu há poucos minutos um comunicado oficial, nele o clube noticia que Mikel Arteta, treinador da equipe, testou positivo para o coronavírus.

O pessoal do Arsenal que teve contato próximo recente com Mikel agora se auto-isolará de acordo com as diretrizes de saúde do governo. Esperamos que seja um número significativo de pessoas de Colney, incluindo a equipe de primeira equipe e a equipe técnica, bem como um número menor de pessoas da Hale End Academy, que também fechamos temporariamente por precaução”, disse o clube por meio de nota.

Diretor-gerente do Arsenal, Vinai Venkatesham demonstrou solidariedade a Arteta, mas garantiu que o treinador está tranquilo.

“A saúde de nosso pessoal e do público em geral é nossa prioridade e é aí que está nosso foco. Nossos pensamentos estão com Mikel, que está decepcionado, mas de bom humor. Estamos em diálogo ativo com todas as pessoas relevantes para gerenciar essa situação de forma adequada e estamos ansiosos para voltar a treinar e jogar assim que o conselho médico permitir.”,disse.

O chefe de futebol,  Raul Sanllehi também teve aspas publicadas na nota.

“Mikel e toda a equipe, jogadores e equipe, serão totalmente apoiados, e estamos ansiosos para voltar a treinar e jogar assim que o conselho médico permitir. Obviamente, a recuperação total de Mikel é a prioridade agora para todos nós. ” 

Leia mais

Fàbregas questiona primeiro ministro britânico: “Porque não fecham já as escolas?”