Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Você conhece tudo sobre a carreira de Juninho Pernambucano? Faça o teste!

Ídolo dos torcedores de Vasco e Lyon (FRA), Juninho Pernambucano conquistou títulos em todos os clubes que jogou. Que tal testar seus conhecimentos sobre a carreira do craque?

Adriano Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/ Vasco da Gama

Devido à pandemia do coronavírus e de modo a conter a disseminação do contágio pela infeccção, a orientação de profissionais de saúde é pelo isolamento social, ou seja, permanecer em casa o máximo de tempo possível para evitar a propagação da doença. Sendo assim, aproveite o momento de quarentena para testar seus conhecimentos sobre a trajetória de um dos maiores jogadores do Vasco da Gama e, seguramente, da história do Lyon, da França: Juninho Pernambucano.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

A história mais bonita do futebol agora tem um banco. Faça parte do meu BMG Vasco!

Reconhecido pelo espírito de liderança, determinação, garra e exímia técnica em cobranças de falta, Antônio Augusto Ribeiro Reis Júnior, mais conhecido por Juninho Pernambucano, conquistou títulos em todos os clubes que jogou como profissional. O “Reizinho da Colina” começou a carreira no início dos anos 90, brilhou no Vasco e depois se tornou “lenda” na França. Mas agora é com você:

Juninho Pernambucano encerrou a carreira de jogador em 2014, defendendo o Vasco. Após abandonar os gramados, trabalhou como comentarista esportivo no Grupo Globo até maio de 2018 e, um ano depois, retornou à cidade de Lyon, na França, para assumir o cargo de diretor esportivo no clube pelo qual disputou 344 partidas entre 2001 e 2009.

As melhores notícias de esportes, direto para você

    

 

LEIA MAIS

Campello nega conversa com treinador português e avalia chegada de Jadson: “Jogador que pode ser discutido”

“Me preocupo e torço para que estejam a salvo”, diz meia senegalês da Ponte Preta, que tem mulher e filha no Senegal e irmãos na França

Meia belga do Cagliari tem receio de contrair coronavírus e infectar esposa, que luta contra o câncer