Arroyo, Montillo, entre outros: veja 10 gringos que passaram por clubes brasileiros sem fazer gols

Torcedores.com relembra jogadores estrangeiros que atuaram em grandes times do Brasil, mas não fizeram gols; lista vai de Michael Arroyo, aniversariante do dia, ao craque Walter Montillo

Gabriel Girardon
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Orejuela, no Fluminense, Arroyo, no Grêmio, e Montillo, no Botafogo, foram alguns dos gringos que não fizeram gols (Montagem sobre fotos de Nelson Perez/Fluminense F.C., Lucas Uebel/Grêmio FBPA, Satiro Sodré/SSPress/Botafogo)

Apostar em jogadores estrangeiros sempre foi uma opção para os clubes brasileiros. Especialmente nos últimos anos, é mais difícil algum time não contar, ao menos, com um gringo no elenco. No entanto, nem todos dão o retorno esperado. Inclusive, há os que sequer balançam as redes. Mesmo os que atuam nos setores mais avançados do campo.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

O primeiro da lista é o aniversariante do dia. O equatoriano Michael Arroyo completa 33 anos nesta quinta-feira (23). Em 2017, o atacante teve rápida passagem pelo Grêmio. Fez parte do elenco campeão da Libertadores, mas não fez nenhum gol com a camisa tricolor. No total, disputou sete jogos.

Veja abaixo outros nove gringos que passaram “zerados” por algum time brasileiro nos últimos anos:

Julio dos Santos (Vasco)

O meia paraguaio chegou ao Cruzmaltino no início de 2015. No ano anterior, foi um dos artilheiros da Libertadores jogando pelo Cerro Porteño. Porém, até a metade de 2017, não marcou nenhuma vez em 91 jogos disputados.

Nicolás Lodeiro (Corinthians)

Em meados de 2014, o Timão levou o meia da seleção uruguaia que estava no Botafogo, onde teve bom desempenho. Entretanto, em apenas seis meses no time paulista, Lodeiro disputou somente sete partidas, sem fazer gol.

Jonathan Gómez (São Paulo)

Meia argentino, foi contratado pelo Tricolor em 2017 e teve duas passagens pela equipe. Isso porque, nesse meio tempo, foi emprestado a um clube árabe. No total, foram 15 jogos pelo time do Morumbi sem balançar as redes.

Bryan Ruiz (Santos)

Destaque da Costa Rica, o meia chegou ao Peixe em 2018 com grande expectativa. No entanto, esteve em campo apenas 13 vezes, sem gols marcados. Curiosamente, ainda pertence ao Santos, mas não atua há mais de um ano.

Sherman Cárdenas (Atlético-MG e Vitória)

Após boas atuações pelo Atlético Nacional, o meia colombiano foi emprestado ao Galo por uma temporada. Nesse período, disputou 29 jogos e não anotou gols. No ano seguinte, teve nova experiência no Brasil, desta vez no Vitória. Novamente em 29 confrontos, não deixou sua marca.

Santiago Tréllez (Internacional)

Em 2019, o centroavante colombiano foi para seu terceiro time no futebol brasileiro. Depois de passar por Vitória e São Paulo – onde fez gols –, foi emprestado pelos paulistas ao Inter. Lá, porém, não balançou as redes em 13 jogos.

Sergio Díaz (Corinthians)

Atacante paraguaio com passagem pelo Real Madrid B, foi emprestado ao Timão em 2018. Porém, chegou ainda em recuperação de uma lesão no joelho. Assim, as oportunidades na equipe foram poucas, e o número de gols, zero.

Jefferson Orejuela (Fluminense)

O volante equatoriano foi contratado pelo Flu em 2017 após se destacar com a camisa do Independiente del Valle. Apesar de jogar mais recuado, Orejuela participou de 48 jogos, todos como titular. Ainda assim, não fez um gol sequer.

Walter Montillo (Botafogo)

Não é novidade que o meia argentino deixou sua marca no futebol brasileiro, usando a camisa 10 de Cruzeiro e Santos. Entretanto, depois de três anos na China, o jogador voltou ao Brasil para atuar no Fogão, em 2017. Com idade mais avançada e graves problemas de lesão, Montillo não teve bom desempenho. Foram 17 aparições, sem fazer gols.

LEIA TAMBÉM
Neymar treina com Lucas Lima e ressalta sentimento em quarentena: “Saudade do futebol”