Por onde andam os jogadores do México que derrotaram o Brasil e conquistaram a Copa das Confederações de 1999?

Brasil perdeu a final da Copa das Confederações apenas uma vez

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Jorge Campos era o goleiro titular do México (Stephen Dunn /Allsport/Getty Images)

A Copa das Confederações é praticamente a casa do Brasil, que é o maior campeão disparado e sempre comandou a competição. Mas em 1999, a Seleção chegou à final e perdeu para o México, que conquistou ali seu maior título internacional.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

O Brasil não foi com o time principal, mas tinha grandes nomes como Dida, Marcos, Ronaldinho Gaúcho, Emerson, Alex, Zé Roberto, entre outros.

Veja abaixo então por onde andam os jogadores do México que bateram o Brasil por 4 a 3 e levaram a Copa das Confederações de 1999:

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Jorge Campos – O goleiro, que ficou famoso também por sua habilidade com os pés, é atual comentarista esportivo na TV Azteca

Óscar Pérez – O agora ex-goleiro só se aposentou do futebol em 2019, aos 46 anos, no Pachuca
Claudio Suárez – O ex-defensor mora nos Estados Unidos e é atual comentarista esportivo na Fox Deportes
Joel Sánchez – Se tornou treinador e comandou vários times no México, sendo o último deles o Venados, em 2018
Rafa Márquez – O zagueiro se tornou um dos grandes jogadores da história do México e se aposentou em 2018, no Atlas, onde é atual diretor de futebol. Passou por um processo após suspeita de envolvimento com o narcotráfico
Isaac Terrazas – O ex-jogador é diretor de futebol do Veracruz, do México
Salvador Carmona – O ex-defensor foi banido do futebol em 2007, quando foi testado à contraprova por uso de doping. Nunca mais se envolveu com o esporte
Gerardo Torrado – O ex-volante se tornou diretor da seleção mexicana de futebol após a aposentadoria, em 2017
Germán Villa – O ex-meia mantém cargo no América do México desde a aposentadoria, em 2011
Ramón Ramírez – O jogador se aposentou em 2007, no Chivas USA, e trabalhou no clube até o fim das atividades da agremiação, em 2014
Alberto García Aspe – Foi executivo de futebol do Pumas e é atual comentarista no Fox Deportes
José Manuel Abundis – É atual treinador do Poza Rica, da terceira divisão mexicana
Cuauhtémoc Blanco – O ex-atacante virou político, foi prefeito de Cuernavaca e é atual governador do Estado de Morelos
Daniel Osorno – O ex-atleta se tornou músico e atualmente compõe a banda mexicana Pura Caña
Pável Pardo – O ex-volante se tornou dirigente do América após a aposentadoria
Luis Hernández – O ex-atacante atualmente trabalha com equipes de base no México
Jesús Arellano – Se tornou dirigente do Monterrey após a aposentadoria
Francisco Palencia – Se tornou treinador e seu último foi clube foi o Lobos BUAP, em 2019
Miguel Zepeda – O último clube profissional do jogador foi o Veracruz, em 2012. Depois o atleta não se envolveu mais com o futebol
Rafael García – O ex-jogador é atual assistente técnico do Atlas

Leia mais:
Por onde andam os jogadores que levaram a Croácia ao vice da Copa do Mundo de 2018?