5 jogadores que não tinham vergonha de chegarem atrasados nos adversários

Alguns atletas até atrasavam a chegada para pegarem os adversários

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores

Crédito: Dino Panato/Getty Images

Vários jogadores de futebol prezam pelo contato e não têm vergonha alguma de chegarem atrasados em jogadas para “moralizarem” a situação contra os adversários.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes
https://www.facebook.com/TorcedoresOficial

Veja 5 jogadores que gostavam de atrasarem a passada para “pegarem” os adversários:

Gennato Gattuso
Ídolo do Milan, o volante era um dos grandes carrascos dos atacantes italianos nos anos 2000. Foi o cão de guarda do time multicampeão que tinha Pirlo, Seedorf, Kaká, entre outros.

Daniele De Rossi
O ídolo da Roma tem simplesmente um carrinho tatuado na panturrilha. Precisa de grandes explicações?

Marco Materazzi
O titular da Itália na Copa do Mundo de 2006 era um dos zagueiros mais “carniceiros” de sua época e não escondia seu prazer por atrasar a passada contra os adversários, tanto na seleção quanto na Inter de Milão.

Cocito
O volante é admirado pelos torcedores do Athletico Paranaense e passou também pelo Corinthians, mas sua fama nacional é muito mais pela violência nas jogadas do que por certa qualidade.

Michel Salgado
O lateral fez parte do elenco do Real Madrid por dez anos e é admirado na capital espanhola, mas é mais um que gostava mesmo de “moralizar” em campo. Já quebrou a perna de Juninho Paulista na década de 90.

Leia mais:
Sérgio convidou Marcos para morar em sua casa poucos dias após casar; conheça uma das histórias mais cômicas dos ídolos do Palmeiras