Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

8 estrelas do futebol que acabaram fracassando em gigantes da Europa

Ibrahimovic passou nas mãos de Pep Guardiola e não teve sucesso. Aniversariante do dia, Forlán não agradou no Manchester United

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.Twitter: @rafaelbrayan_

Crédito: Reprodução/Facebook Barcelona

Antes da dupla de Edinson Cavani e Luis Suárez, o Uruguai contou com um grande atacante: Diego Forlán. Com passagem pelo Internacional e filho e neto de ex-jogadores da seleção nacional, o jogador tem grande vitórias na carreira, incluindo o prêmio de melhor da Copa do Mundo de 2010.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Porém, Diego Forlán também não brilhou em tantos momentos da carreira. Um dos fracassos aconteceu entre as temporadas de 2002 e 2004, quando ele foi negociado com o Manchester United, da Inglaterra. Foram 17 jogos em 98 partidas pela equipe de Old Trafford e ele acabou sendo vendido ao Villarreal.

Apesar da carreira de sucesso em muitas equipes, algumas estrelas de futebol acabaram não dando certo em gigantes da Europa. Confira outros sete casos de jogadores que não brilharam em alguns dos maiores palcos do futebol mundial, como Forlán.

Kaká

Melhor jogador do mundo em 2007, o meia foi contratado como estrela ao lado de Cristiano Ronaldo no Real Madrid em 2009. Kaká passou quatro temporadas no Santiago Bernabéu e sofreu com muitas lesões durante a passagem pelo futebol espanhol.

Verón

Ídolo do Estudiantes, o volante argentino acabou sendo contratado por gigantes da Premier League, mas não brilhou em nenhuma. No Manchester United, Verón atuou entre 2001 e 2003, e atuou em 82 partidas e 11 gols. Logo depois, o jogador acabou foi para o Chelsea e entrou em campo após 14 partidas apenas e balançou as redes uma vez entre 2002 e 2007.

Shevchenko 

Outro jogador que acabou não dando certo no Chelsea após ser Bola de Ouro em 2004 pelo Milan. Duas temporadas depois, chegou ao clube da Premier League como estrela no início da era Abramovic no clube de Stamford Bridge, marcando apenas 22 gols em 77 partidas.

Coutinho

Caso recente e que pode ser mudado nas próximas temporadas, o brasileiro foi contratado pelo Liverpool como uma das maiores transferências da história do futebol. Coutinho fez uma temporada com muita oscilação e hoje está emprestado ao Bayern de Munique, da Alemanha.

Higuain

Criticado na seleção argentina, o atacante se tornou ídolo do Napoli antes de ser negociado com a Juventus. Oscilando muito na equipe, Higuain acabou fracassando em dois empréstimos: para o Chelsea e o Milan. O jogador não conseguiu emplacar uma sequência em dois dos grandes clubes da Europa.

Ibrahimovic

Marcado na história de Milan, Juventus, Inter, LA Galaxy e Paris Saint-Germain, o atacante sueco foi contratado em 2008 pelo Barcelona. Na primeira temporada de Pep Guardiola no clube catalão, Ibrahimovic tinha sido trocado com Eto’o e foi reserva na maioria das partidas.

LEIA MAIS:

Seleção dos sub-23 mais valiosos do mundo não tem brasileiros; veja nomes

Ainda dá? Europeus levam grande vantagem contra sul-americanos no Mundial; compare os números