Alvo antigo do Inter, Aránguiz quebra o silêncio após renovar na Alemanha: “Só faltou falarem que eu jogaria em Marte”

Chileno Charles Aránguiz vai ficar no Bayer Leverkusen até a temporada de 2023

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Apesar da proposta de pré-contrato apresentada pelo Inter no início de janeiro, o volante Charles Aránguiz optou por ficar no Bayer Leverkusen, com quem renovou até a temporada de 2023. Em entrevista ao portal chileno RedGol, ele quebrou o silêncio sobre a decisão de ficar na Alemanha.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

E usou um tom de ironia para falar das inúmeras vezes em que seu nome foi apontado em outros clubes:

“Faltou dizerem que eu jogaria em Marte. Ninguém conversou comigo e tudo o que foi colocado como rumor era falso. Se uma equipe grande tivesse o desejo de contar comigo, vem, não especula muito e te contrata. Sobretudo porque eu ficaria livre. O melhor foi eu ficar em Leverkusen”, decretou.

Aránguiz relembra chegada no clube

Logo na chegada ao Bayer após deixar o Inter em 2015, Aránguiz sofreu uma grave lesão no tendão de aquiles e, ali, sim, pensou em voltar ao futebol sul-americano. Depois, não mais:

“Quando voltei da lesão joguei dois meses. Fui para a Copa América Centenário e, quando voltei para a Alemanha, não sei se por causa da pressão ou querer demonstrar rapidamente a confiança que depositaram em mim, me custou muito. Nos primeiros seis meses me sentia tão mal que disse a Jonas Boldt, que era o gerente esportivo e que espero que volte algum dia, que queria ir embora. Queria voltar a me sentir bem futebolisticamente. Não me sentia bem e não estava rendendo como esperavam aqui no clube. Pensei muitas vezes em ir para o Chile”, afirmou, antes de concluir:

“E o que aconteceu? O clube seguiu me apoiando e me dando confiança. Me disseram que não me preocupasse e não me apressasse. É muito bom escutar isso, mas sentia essa dívida. Assim que resolvi ficar, segui trabalhando e, depois desse período, encontrei meu jogo e fisicamente fui me sentindo melhor”, completou o meio-campista de 31 anos.

Durante as temporadas de 2014 e 2015, no Inter, Charles Aránguiz se destacou com assistências, gols e boas atuações, especialmente no bicampeonato gaúcho e na campanha semifinalista da Libertadores de 2015.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Barrios revela que recusou proposta do Inter após conquistar a Libertadores de 2017: “Eu respeito o Grêmio”

Lucas Leiva coloca a família para rever a Batalha dos Aflitos e vibra com defesa de Galatto: “Vamos Grêmio”

Bolzan desfaz mito sobre Renato, chama jogador do elenco de “craque” e fala até de Walter

Siga o autor:

No YouTube

No Instagram