Após longa demora, Conmebol divulga punições dos jogadores envolvidos na pancadaria do Gre-Nal

Moisés e Paulo Miranda, como já era de se imaginar, foram os jogadores com maior suspensão da Conmebol pelos incidentes do Gre-Nal

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Divulgação

A Conmebol confirmou nesta sexta-feira as punições aos envolvidos da pancadaria generalizada que manchou o último clássico Gre-Nal, o de número de 424, que terminou empatado em 0x0 na Arena. Inédito pela história da Libertadores, o jogo terminou com uma pancadaria generalizada, com oito expulsos, sendo quatro de lado.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Como já era de se imaginar, as punições mais severas foram para Moisés, do Inter, e Paulo Miranda, do Grêmio. Ambos pegaram quatro jogos de gancho, o que só fazem ficar liberados para jogar novamente em uma eventual classificação às oitavas de final.

As punições divulgadas pela Conmebol do Gre-Nal

Grêmio

Pepê e Caio Henrique: um jogo cada + 1,5 mil dólares

Luciano: 3 jogos + 3 mil dólares

Paulo Miranda: 4 jogos + 3 mil dólares

Inter

Victor Cuesta e Praxedes: um jogo + 1,5 mil dólares

Edenilson: três jogos + três mil dólares

Moisés: quatro jogos + três mil dólares

Antes do fatídico Gre-Nal, Inter e Grêmiojá tinham disputado uma rodada válida pelo Grupo E. Em casa, o colorado venceu a Universidad Católica por 3×0, enquanto o tricolor fez 2×0 fora de casa contra o América de Cali. Ambos, portanto, dividem a liderança do Grupo E com quatro pontos.

A Libertadores, por conta da pandemia do coronavírus, ainda não ganhou prazo de retorno dado pela Conmebol.

LEIA MAIS:

Barrios revela que recusou proposta do Inter após conquistar a Libertadores de 2017: “Eu respeito o tricolor”

Bolzan ainda crê em acerto com Ferreira, mas adverte: “Aqui, estar em afirmação é diferente de estar pronto”

Siga o autor:

No YouTube

No Instagram