Casagrande elogia Gabigol e afirma: “É o melhor centroavante brasileiro desde o ano passado”

Por conta do seu desempenho, Gabigol está cotado para brigar pela titularidade da seleção brasileira

Bruno Romão
23 anos, estudante de Jornalismo, amante da escrita, natural de Campina Grande (PB) e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Alexandre Vidal / Flamengo

Em declarações ao canal “Zico 10”, Casagrande exaltou Gabigol. O camisa 9 do Flamengo teve um ano maravilhoso em 2019, sendo o artilheiro do Brasileirão e da Libertadores. Dessa forma, o ex-jogador acredita que o atacante possui plenas condições de disputar a preferência de Tite no Brasil, já que é o melhor da sua posição, em relação aos seus concorrentes, desde o ano que se passou.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

“O Gabriel é o melhor centroavante brasileiro desde o ano passado, na minha opinião. Infelizmente, teve o coronavírus e essa pandemia, mas se tivesse sido um ano normal, não tenho dúvida que ele ia ser convocado para a seleção brasileira e iria disputar a vaga de titular. Seria absurdo não convocar um jogador que, por três anos seguidos é artilheiro de todo campeonato que joga, e ainda faz gol decisivo”, declarou.

Acompanhe as notícias do seu time pelo Facebook

Além disso, Casagrande ressaltou a mudança de Cristiano Ronaldo em sua carreira. Antes jogando pelas pontas, o português vem se consolidando cada vez mais como centroavante na Juventus.

“A inteligência que ele teve, no meio da carreira, de perceber que teria que mudar o jeito dele jogar pra continuar fazendo gols. Passou para centroavante e treina 24 horas por dia. Ele é uma máquina de fazer gols, acho isso fantástico… Fiz a Copa de 2010, e ele tinha uma característica de passar o pé por cima da bola, dar um chapéu, uma caneta e não acontecia nada.Ele mudou de 2010 pra frente esse estilo de jogo. Parou de vir buscar atrás e foi se ajeitando para frente. Direita, esquerda, cabeceio, chute de falta, bicicleta… Ele é um centroavante que se encaixou em um espaço de campo que se adaptou completamente”, analisou.

LEIA MAIS