5 jogadores que chegaram como estrelas, mas fracassaram no futebol brasileiro

Aniversariante do dia, Diego Forlán jogou no Internacional de Porto Alegre, mas não teve o mesmo sucesso de outros momentos da carreira

Rafael Brayan
Apaixonado pelo estudo do esporte mais praticado no mundo.

Crédito: Diego Forlán chegou ao Internacional em 2012 como uma das grandes contratações da história do clube. O começo foi bom e apesar de marcar alguns gols, a passagem do melhor jogador da Copa do Mundo de 2010 foi apagada, chegando a figurar no banco de reservas. O uruguaio rescindiu em 2014 e foi para o Japão - Alexandre Lopes / Internacional

Nesta terça-feira (19), o atacante uruguaio Diego Forlán comemora o seu 40º aniversário. Melhor da Copa do Mundo de 2010, o jogador ex-Atlético de Madrid, Inter de Milão, Villarreal e Manchester United passou pelo futebol brasileiro para jogar no Internacional.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Apesar de ter chegado como uma grande estrela, o uruguaio não brilhou com a camisa colorada. Entre 2012 e 2014, Diego Forlán marcou 22 gols em 55 partidas no Rio Grande do Sul, vencendo o Campeonato Gaúcho de 2013, mas sem se destacar como o esperado em Porto Alegre.

Seguindo o exemplo de Forlán, outra estrela que foi contratado como uma grande estrela, mas não brilhou foi Roberto Carlos. Apesar do sucesso no início de sua carreira, o lateral-esquerdo se tornou ídolo no Real Madrid e atuou em 2010 com a camisa do Corinthians graças à parceria com Ronaldo Fenômeno. Com lances marcantes, o defensor não conquistou nenhum título pela equipe alvinegra e saiu pelas portas do fundo após a eliminação para o Tolima na pré-Libertadores de 2011.

Depois do fracasso de Roberto Carlos, o Corinthians viveu outro momento de risco que acabou não dando certo com a chegada do atacante Alexandre Pato. Hoje no São Paulo, o jogador veio do Milan como uma estrela e com uma transferência entre as maiores da história do clube. Porém, o jogador não conseguiu desempenhar um papel em campo e saiu na temporada seguinte.

Em uma das transferências mais curiosas do futebol brasileiro recentemente, Ronaldinho Gaúcho teve uma rápida passagem como estrela pelo Fluminense, mas não se destacou em campo e não deu os resultados financeiros para o clube como se esperava. Foram apenas nove partidas e sem gol em 2015 pelo Tricolor das Laranjeiras.

Ainda mais recente, o Santos apostou na contratação de Bryan Ruiz, o costarriquenho na seleção que disputou a Copa do Mundo, no Brasil, em 2014. Encostado desde a temporada passada, o meia-atacante de 34 anos de idade chegou como um grande reforço ao time da Vila Belmiro, mas não brilhou com a sagrada camisa do Litoral Paulista.

LEIA MAIS:

Roberto Carlos coloca o Palmeiras de 1994 no mesmo patamar que o Galáticos do Real Madrid

8 jogadores que venceram a Libertadores recentemente e você não lembra