Neymar e Ronaldo lideram lista de maiores artilheiros aos 21 anos; Messi e CR7 ficam para trás

Mbappé completa top-3 em lista que conta apenas com Ronaldo e Neymar de brasileiros

Paulo Silva
Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Reprodução

Neymar e Ronaldo Fenômeno explodiram no futebol logo cedo e foram destaques por onde passaram. O site The Sun, da Inglaterra, fez uma lista com os 10 maiores artilheiros do futebol mundial aos 21 anos, e os dois brasileiros lideram. Messi e Cristiano Ronaldo, os grandes nomes da atual geração, aparecem no ranking, só que um pouco mais abaixo, em oitvo e nono, respectivamente.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

A publicação destaca o início da carreira de Ronaldo: “O Fenômeno entrou em cena quando tinha 16 anos em 1992, marcando 44 vezes em 47 jogos pelo Cruzeiro. Ronaldo foi convocado para a seleção brasileira vencedora da Copa do Mundo em 1994 antes de se transferir ao PSV. Após ganhar a Bola de Ouro durante uma temporada com o Barcelona, ​​ele anotou 167 gols em 185 jogos”, vale ressaltar que os números são equivalentes até os 21 anos.

O top-3 é completado por Kylian Mbappé, jovem de 21 anos do PSG que já tem uma Copa do Mundo em seu currículo. Sobre Neymar, o site ressaltou:

“O único jogador que chegou perto de igualar Ronaldo é seu compatriota brasileiro Neymar. O astro do Paris Saint-Germain conseguiu 27 gols a menos em 42 jogos a mais do que o R9 pelo Santos e Brasil antes de sua mudança para Barcelona aos 21 anos”.

Confira a lista completa:

  1. Ronaldo – 167 gols em 185 jogos
  2. Neymar – 140 gols em 227 jogos
  3. Kylian Mbappé – 116 gols em 199 jogos
  4. Sergio Aguero – 84 gols em 213 jogos
  5. Michael Owen – 76 gols em 156 jogos
  6. Wayne Rooney – 66 gols em 212 jogos
  7. Karim Benzema – 62 gols em 143 jogos
  8. Lionel Messi – 51 gols em 140 jogos
  9. Cristiano Ronaldo – 36 gols em 182 jogos
  10. Thierry Henry – 31 gols em 134 jogos

Neymar e Ronaldo

LEIA MAIS:

Lucas Lima ressalta relação com Neymar e rebate críticas: “Falar todo mundo pode falar”