Você lembra qual foi o último jogo do Rodrygo vestindo a camisa do Santos?

O “Rayo da Vila” disputou 80 partidas pelo Santos e se tornou o jogador brasileiro mais jovem a marcar um gol na história da Copa Libertadores

Adriano Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/ Twitter

Rodrygo Goes, ou simplesmente Rodrygo, iniciou sua carreira na Vila Belmiro ainda aos 11 anos de idade e em pouco tempo chamou bastante atenção devido à sua habilidade, velocidade e faro de gol, se destacando nas categorias de base do clube por seis anos.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Neste período, foi convocado várias vezes para as divisões inferiores da seleção brasileira e se tornou o jogador mais jovem no Brasil a fechar contrato de patrocínio com a empresa Nike. Principal destaque da equipe sub-17 no Campeonato Paulista da categoria em 2017, quando assinalou 24 gols em 22 jogos, foi alçado ao elenco profissional no mesmo ano pelo então técnico interino Elano.

Sua estreia no time principal, com apenas 16 anos, aconteceu no dia 4 de novembro de 2017, na vitória do Santos por 3 x 1 diante do Atlético-MG, em partida válida pela 32ª rodada do Brasileirão, na Vila Belmiro. A jovem promessa entrou em campo no fim do segundo tempo, substituindo o atacante Bruno Henrique, atualmente no Flamengo.

Já na temporada de 2018, o “Rayo da Vila”, como era chamado pela torcida, se firmou como titular no ataque santista sob o comando dos treinadores Jair Ventura e Cuca. Em março, após anotar o segundo gol santista no triunfo por 3 x 1 sobre o Nacional, do Uruguai, pela fase de grupos da Copa Libertadores da América, se tornou o atleta brasileiro mais novo a balançar as redes na história da competição sul-americana. Três meses depois, foi negociado junto ao Real Madrid, da Espanha, por € 45 milhões (algo em torno de R$ 193 milhões na cotação da época), mas permaneceu no Santos até o ano seguinte.

No total, o atacante entrou em campo 80 vezes como profissional vestindo a camisa santista e marcou 17 gols, mais oito assistências. Sua despedida do clube que o revelou foi no domingo dia 26 de maio de 2019, no empate sem gols contra o Internacional, em partida da sexta rodada do Campeonato Brasileiro, realizada no estádio da Vila Belmiro.

“Agradeço ao professor Luciano, meu professor na base, Elano, que me subiu, todos os técnicos do profissional. Não vou falar muito, não gosto de ficar chorando na frente de todo mundo. Estou muito emocionado e quero dizer para todo torcedor santista que vou sentir muita saudade e vou levar o Santos para sempre no meu coração”, declarou Rodrygo, visivelmente emocionado, durante entrevista coletiva na Vila Belmiro em sua despedida do clube.

LEIA MAIS

Você sabia que o Santos conquistou seu primeiro título ao vencer clássico na casa do rival?

Você sabe como era o primeiro uniforme do Santos?

DNA ofensivo, mas com segurança na defesa: confira os 10 melhores zagueiros da história do Santos

Soco no ar, dancinhas e mais: comemorações marcantes que todo torcedor do Santos lembra